Idosas suspeitas de integrar quadrilha que atua no Nordeste são presas


Duas idosas, de 68 anos, foram presas tentando regularizar CPFs usando carteiras de identidade falsas. A suspeita é de que as duas façam parte de uma quadrilha que atua na região Nordeste aplicando golpes na Previdência Social, usando documentos falsos para dar entrada em aposentadorias. Ismerinda de Sousa foi presa na agência da Receita Federal de Caruaru, no Agreste de Pernambuco. Já Antônia Maria Batista Pequeno foi presa em uma agência da Receita Federal, em Limoeiro, também no Agreste de Pernambuco. No momento das prisões, as idosas estavam usando carteiras de identidades que foram roubadas no Rio Grande do Norte, em 2016. Saiba mais em www.tvjornal.com.br