''Invasiva e desnecessária'', afirma Defesa de Bivar sobre mandado de busca e apreensão


O deputado federal e presidente nacional do Partido Social Liberal (PSL), Luciano Bivar, foi alvo de um mandado de busca e apreensão, na manhã desta terça-feira (15), realizada pela Polícia Federal e a pedido do Ministério Público Federal. A operação investiga o uso de candidaturas laranjas, feitas pelo PSL, na eleição de 2018. Em relação ao caso, o advogado Ademar Rigueira, que trabalha na defesa de Bivar, considerou a atitude como '' uma medida invasiva e desnecessária''.