Uso da cloroquina para tratar casos de coronavírus não foi suspenso em Olinda


Em contramão com a Organização Mundial de Saúde (OMS) assim como do Governo de Pernambuco, a prefeitura de Olinda informou, nesta terça-feira (26), que o uso da cloroquina não foi suspenso totalmente na cidade. De acordo com a secretária de Saúde do município, Luciana Lopes, o médico tem a liberdade de receitar a substância, desde que informe ao paciente sobre os riscos e que a decisão seja tomada em conjunto com ele.

PALAVRA CHAVE