Golpe: Com número clonado, criminosos anunciam dinheiro e documentos falsos em redes sociais


A Polícia Federal alerta para golpe que promete dinheiro e documentos falsos em redes sociais. De acordo com o chefe de comunicação da Polícia Federal, Giovani Santoro, ao descobrir a fraude, ele entrou em contato com os bandidos, pelo telefone que aparecia no anúncio de venda. Na troca de mensagens, o criminoso repassou, inclusive, a conta bancária para qual deve ser feito o depósito. Mas, ao ligar, a polícia descobriu que o WhatsApp havia sido clonado.  Contato com os suspeitos Giovani Santoro acredita que o grupo atua como estelionatários. Ou seja, a pessoa que compra os documentos falsos deposita o pagamento na conta e nunca recebe a mercadoria. Crime É importante ressaltar que quem compra esse tipo de material também está comentando um crime. O chefe de comunicação da Polícia Federal orienta a população, caso alguém encontre um desses anúncios na internet.