Júnior Matuto: delegado do caso chama atenção para "aumento patrimonial injustificado" do prefeito


O prefeito do município do Paulista, Junior Matuto (PSB), se manifestou na noite desta terça-feira (21) sobre as duas operações da Polícia Civil que ocasionaram no seu afastamento do cargo por 180 dias. Em pronunciamento curto, o socialista afirmou, por meio de nota, que "a verdade será restabelecida". “Venho a público assegurar que acredito na justiça e as investigações em curso irão esclarecer os fatos e a verdade será restabelecida”, disse Junior Matuto. O delegado Diego Pinheiro, responsável pelo caso, chamou atenção para o aumento patrimonial do prefeito. "No período em que houve esses contratos, foi verificado que o prefeito teve um aumento patrimonial injustificado", declarou.

PALAVRA CHAVE