"Quando olhei para trás, já tinha atirado em Jhonny", diz amigo de adolescente morto em Prazeres


Os parentes e amigos do adolescente, soldador identificado por Jhonny Lucindo Ferreira, de 17 anos, assassinado com tiro na cabeça no bairro de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes, Grande Recife, realizam um protesto desde das 10h desta quinta-feira (6), contra a atuação da polícia militar. Revoltados com a fatalidade e com cartazes em mãos, os manifestantes clamaram por justiça na morte do adolescente.

PALAVRA CHAVE