Em Pernambuco, mais de três mil crianças foram registradas sem o nome do pai em 2020


Em Pernambuco, no primeiro semestre de 2020, mais de três mil crianças foram registradas sem o nome do pai na certidão de nascimento, e esse número representa 5,25% dos 59.853 dos registros, ao todo, feitos no Estado de janeiro a junho. O que pouca gente sabe, é que ficou mais fácil acrescentar o nome paterno. Se antes havia burocracia, agora basta procurar o cartório mais próximo da sua casa.

PALAVRA CHAVE