Desde 2012, apenas 1,82% do projeto de navegabilidade do Rio Capibaribe 'saiu do papel'


O projeto de navegabilidade do Rio Capibaribe, feito pelo Governo de Pernambuco e iniciado em 2012, teve indícios de irregularidades confirmadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Até o momento, 1,82% das obras foram executadas. Um processo de dano à administração pública federal foi aberto para responsabilizar agentes públicos e obter o ressarcimento do valor investido. De acordo com o TCU, R$ 70 milhões já foram liberados para a obra, de um total de R$ 200 milhões.

PALAVRA CHAVE