Ministério Público de Pernambuco promove ação civil pública contra a Compesa por desperdício de água


Diante de tantas reclamações dos moradores da Região Metropolitana do Recife, por causa do desperdício de água, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) entrou na mira do Ministério Público de Pernambuco. Em 2018, o órgão instaurou uma ação civil publica contra a Compesa, por causa do alto índice de desperdício, com base em dados do sistema nacional de informações de saneamento, que divulgou, em 2019, que a Compesa perdia 50% da água produzida. Esse índice de perda, no Recife, chegava a 57,9%.

PALAVRA CHAVE