TCU encontra irregularidades em empresa contratada para realizar reparosBRT


O Tribunal de Contas da União determinou a suspensão de pagamentos do grande Recife Consórcio à empresa contratada para realizar reparos emergenciais em estações BRT. Segundo o relatório, várias irregularidades foram identificadas, entre elas, a utilização de material de qualidade inferior ao estabelecido. A fiscalização envolve três contratos que, somados, chegam a sete milhões e oitocentos mil reais, mas o valor do lote onde foram encontradas irregularidades é de pouco mais de dois milhões.

PALAVRA CHAVE