COVID-19

Olinda anuncia conjunto de ações para combater avanço do coronavírus

10 ações foram divulgadas

Olinda anuncia conjunto de ações para combater avanço do coronavírus

Em reunião com o secretariado municipal, o prefeito de Olinda, Professor Lupércio, instituiu o comitê "Olinda em Ação" - Foto: Divulgação/Secom Olinda

Em reunião com o secretariado municipal, o prefeito de Olinda, Professor Lupércio, instituiu o comitê "Olinda em Ação" para o enfrentamento da pandemia do COVID-19 no município.

Entre as 10 ações divulgadas em decreto municipal, nessa segunda-feira (16), estão a higienização e desinfecção dos ônibus que realizam o transporte de passageiros, nos dois principais terminais da cidade: Rio Doce e Xambá, além da suspensão de eventos com público superior a 500 pessoas.

Aulas

As aulas nas escolas das redes pública e privada, inclusive em faculdades localizadas no município, estão suspensas, a partir de quarta-feira (18), seguindo até o dia 27, deste mês. O período será contado como antecipação das férias de julho, podendo ser ampliado, a depender da necessidade.

A merenda dos estudantes está assegurada, por meio da distribuição de kits de alimentação, entregues aos pais ou responsáveis.

Servidores públicos

O município de Olinda também suspendeu as férias e licenças não compulsórias de todos os profissionais das áreas de saúde, assistência social, Defesa Civil e guarda municipal, entre os meses de março e maio.

Conforme a determinação, a Secretaria de Saúde comandará o comitê, integrado com todos os emais órgãos da Prefeitura. A pasta também está autorizada a convocar servidores efetivos e contratados para plantões extraordinários, assim como contratar temporariamente, por seleção simplificada, pelo período de quatro meses.

Pandemia

Na última quarta-feira (11), a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou pandemia de coronavírus. O termo é usado quando uma epidemia – grande surto que afeta uma região – se espalha por diferentes continentes com transmissão sustentada de pessoa para pessoa.

Cuidados

  • Higienize as mãos

Lave suas mãos frequentemente com água e sabão ou com uma solução de álcool em gel.

Por quê? Esfregar as mãos ajuda a eliminar traços do vírus que podem estar presentes em lugares de uso comum.

  • Mantenha distância social

Mantenha pelo menos um metro de distância de pessoas que apresentam tosse ou espirros constantes.

Por quê? A tosse e o espirro propagam pequenas gotas de secreção e saliva que podem conter vírus. Com a proximidade, a chance de respirar ou ter contato essas gotículas aumenta.

  • Evite tocar os olhos, o nariz e a boca

Evite coçar, esfregar ou ter qualquer tipo de contato com as mucosas. Essas áreas têm contato direto com a corrente sanguínea e são mais sensíveis à presença de agentes de contaminação

Por quê? As mãos estão em contato constante com superfícies que podem ser vetores de transmissão de vírus e bactérias. Mantê-las longe das mucosas diminui a chance de ficar doente.

  • Pratique higiene respiratória

Tenha boas práticas de higiene respiratória. Isso significa cobrir a boca e o nariz com o braço curvado ou com um lenço de tecido ou papel ao tossir e espirrar. Descarte ou higienize o material usado imediatamente.

Por quê?Gotículas de saliva e secreção são vetores do Covid-19. Evitar que outras pessoas entrem em contato com saliva contaminada evita não apenas o coronavírus, mas uma série de doenças respiratórias.

  • Em caso de febre ou dificuldade respiratória, busque ajuda médica rapidamente

Não saia de casa se estiver com febre. Se os sintomas persistirem e caso haja dificuldade respiratória, busque atenção especializada imediatamente.

Por quê?Apesar de serem sintomas comuns, uma ação rápida pode evitar problemas mais sérios e o desenvolvimento de sintomas mais graves de infecções respiratórias.

  • Uso de máscaras

Pessoas saudáveis, sem sintomas como febre, tosse ou espirros não precisam usar máscaras

Por quê?Apenas profissionais de saúde e pessoas que apresentem sintomas parecidos com os do novo coronavírus precisam usar máscaras. A função das máscaras é conter a propagação do vírus em quem já está infectado. A OMS recomenda o uso racional das máscaras.

  • Fique bem informado e siga os procedimentos do Ministério da Saúde

Por quê?Autoridades nacionais e locais têm a informação mais atualizada sobre a situação de saúde na sua área. Tomar atitudes preventivamente ajuda o sistema de saúde a distribuir e compreender de maneira ágil a disseminação de qualquer doença.

Saiba mais

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.