COVID-19

Coronavírus: 42 bares, restaurantes e outros estabelecimentos são notificados por irregularidades, afirma Prefeitura do Recife

Os números são referentes ao segundo fim de semana após a liberação dos bares, restaurantes, cafeterias e lanchonetes

Coronavírus: 42 bares, restaurantes e outros estabelecimentos são notificados por irregularidades, afirma Prefeitura do Recife

Bares e restaurantes foram notificados pela Prefeitura do Recife - Foto: Day Santos/JC Imagem

Após várias imagens de aglomerações repercutirem nas redes sociais, a Prefeitura do Recife (PCR) informou que 42 estabelecimentos, entre bares, restaurantes, cafeterias e lanchonetes foram notificados, entre a sexta-feira (31) e o domingo (02), por irregularidades em relação ao protocolo de segurança para evitar a propagação do novo coronavírus. Foi o segundo fim de semana com a liberação para funcionamento feita pelo Governo de Pernambuco. 

De acordo com a Prefeitura do Recife, desde o último dia 20 de julho, mais de 880 estabelecimentos alimentícios e também as academias voltaram a permitir a entrada de clientes nas instalações. A PCR informou que a fiscalizações acontecem diariamente e contam com o apoio da Polícia Militar.

"Todos têm papel fundamental nessa luta, seja no respeito às normas ou no auxílio à fiscalização", comentou o gerente-geral de Controle Urbano do Recife, Cândida Bomfim.

Protocolo e como denunciar irregularidades

As regras atuais não permitem a realização de shows e apresentações musicais ao vivo e determinam que os bares e restaurantes que colocam música ambiente respeitem o limite de 35 decibéis. Contatos para denúncia de irregularidades: Procon Recife: pelo e-mail procon@recife.pe.gov.br e Vigilância Sanitária do Recife: 3355-1878.

“É primordial que os estabelecimentos cumpram as exigências legais para reabertura e a redução dos níveis de decibéis imposta durante este período visa garantir o sossego público. Os agentes de combate à poluição sonora realizam todo o trabalho de conscientização, assim como notificam previamente as irregularidades e em caso necessário apreendem equipamentos não regulados”, afirmou o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, José Neves Filho.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.