APREENSãO

Após prisão de Belo, polícia apreende armas, dinheiro e computador na casa do cantor

O cantor Belo foi preso no Rio de Janeiro por promover show em escola pública durante pandemia

Após prisão de Belo, polícia apreende armas, dinheiro e computador na casa do cantor

O cantor Belo foi preso no Rio de Janeiro - Foto: Reprodução/Internet

Após prender o cantor Belo, nesta quarta-feira (12), durante a operação “É o que eu mereço”, a Polícia Civil apreendeu duas pistolas, munição, dinheiro em espécie e um computador na casa do artista, que na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. O material estava dentro de um cofre e armas estão registradas legalmente em nome do pagodeiro. 

O cantor Belo foi preso pela Delegacia de Combate às Drogas (DCOD) em Angra dos Reis, na Costa Verde. Ele é investigado por participar de um show com aglomeração em uma escola municipal no Complexo da Maré, durante o feriado de carnaval. De acordo com a polícia, o chefe do tráfico da comunidade Parque União quem autorizou o evento, e também teve mandado de prisão expedido.

Esposa de Belo lamenta prisão

A esposa de Belo, Gracyanne Barbosa, comentou a prisão do marido. Através do seu Instagram, a influenciadora fitness defendeu o fato de Belo ter realizado o show e afirmou que o artista teve os cuidados sanitários contra a covid-19, com distanciamento e testes na equipe. Além disso, ela alegou que o setor de entretenimento já voltou a ativa.

''Você saiu para fazer mais um show, para trabalhar para a nossa família! E agora não saberemos que horas você volta. Você subiu a comunidade e cantou, fez um super show. Perpetuou sua mensagem de amor. Amanhecemos com a nossa casa invadida. Prisão e pesadelo. A opressão da realidade de uma periferia, que sempre lutamos contra, hoje atinge a realidade de um artista, em que é proibido sair para trabalhar”, escreveu Gracyanne Barbosa.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.