Lua de Sangue

Veja como foi o eclipse total da lua nesta segunda-feira


TV Jornal
TV Jornal
Publicado em 21/01/2019 às 9:45
Leitura:

-Reprodução/TV Jornal

Os pernambucanos puderam assistir, nesta segunda-feira (21), ao único eclipse total lunar de 2019. Outro fenômeno igual apenas daqui a três anos, em 16 de maio de 2022. O eclipse total, também chamado de Superlua, acontece quando o astro está em uma distância mais próxima da Terra, ficando 14% maior e 30% mais brilhante. O ápice do evento foi às 2h12, com a lua completamente coberta pela sombra da terra.

Eclipse

O fenômeno acontece quando o planeta fica totalmente alinhado com o sol e a lua. O eclipse também é popularmente conhecido como a Lua de Sangue, por causa da sua cor avermelhada. Segundo especialistas, a cor tem uma explicação baseada em sua proximidade. “Esse eclipse total ganha essa tonalidade avermelhada devido a, justamente, esse alinhamento da Terra. Além disso tudo, soma-se a proximidade em que a lua está do nosso planeta” explica o coordenador do observatório do Alto da Sé, Cleiton Batista.

-Reprodução/TV Jornal

Locais para assistir

O Espaço Ciência, localizado no Alto da Sé, em Olinda, no Grande Recife, disponibilizou cinco telescópios para o público que desejou acompanhar o fenômeno astrológico de perto. O local ficou aberto em horário especial, das 0h36 às 5h48 desta segunda-feira (21), para receber o público. No Parque Dona Lindu, outro grupo se organizou para assistir à SuperLua.

Veja a SuperLua: