NOTA OFICIAL

CBTU identifica causa dos problemas no metrô do Recife

Cerca de 250 mil pessoas utilizam o metrô diariamente

CBTU identifica causa dos problemas no metrô do Recife

Em nota divulgada, a CBTU informou que pretende liberar o trecho Coqueiral-Camaragibe o mais rápido possível - Foto: Divulgação/CBTU Recife

Os usuários do metrô da Região Metropolitana do Recife obtiveram uma resposta referente à paralisação do ramal de Camaragibe, que começou na manhã de ontem (26) e segue nesta terça-feira (27). De acordo com a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU-Recife), foi verificado, pela equipe de manutenção, que uma rede de pesca foi jogada em cima do trem envolvido na quebra da rede aérea.

Ainda segunda a CBTU Recife, a rede enroscou no pantógrafo, equipamento que liga o trem à rede aérea, causando um curto de grandes proporções que cortou o cabo da catenária (rede aérea) e abriu um buraco na parte superior e a manutenção sendo feita desde ontem para liberar o trecho Coqueiral-Camaragibe o mais rápido possível, informa a nota.

Tentativa de roubo

A nota divulgada ainda informa que na madrugada desta terça-feira (26) houve uma tentativa de roubo de cabos entre Coqueiral e Tejipió, o que resultou na paralisação da Linha Centro inteira. Apenas por volta das 08h05 foi possível liberar a operação no ramal Recife-Jaboatão. Antes da liberação, os transtornos eram grandes pela manhã.

Nota do Grande Recife

O Grande Recife informa que, devido à paralisação parcial da Linha Centro do Metrô, mantém neste momento um plano de contingência e reforça linhas de ônibus que vêm para o Recife ou fazem ligação com outros terminais da Capital.

Quem utiliza a Linha Centro, a partir do município de Camaragibe, pode contar com o reforço nas linhas 2450 – TI Camaragibe (Conde da Boa Vista) e 2443 – TI CDU/TI Joana Bezerra. Já a Linha Centro do metrô, com origem na cidade de Jaboatão, está com sua operação restabelecida.

Para tirar dúvidas ou enviar sugestões e reclamações, o usuário pode entrar em contato com a Central de Atendimento ao Cliente (0800 081 0158) ou WhatsApp (99488.3999), exclusivo para reclamações.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.