PRISãO

Polícia prende suspeitos de furto em estações de BRT no Recife

Segundo as investigações da polícia, eles vendiam o material roubado para ferros velhos

Polícia prende suspeitos de furto em estações de BRT no Recife

Segundo a polícia, os suspeitos vendiam o material para ferros velhos - Foto: Reprodução/TV Jornal

Três homens e uma mulher foram presos na Operação Blackout da Polícia Civil, nesta segunda-feira (30), após serem flagrados por câmeras de segurança arrancando placas de alumínio do piso das estações de BRT, no bairro de Santo Amaro, área central do Recife. Segundo a polícia, todos eram moradores de rua e usuário de drogas. Ainda segundo a polícia, os suspeitos vendiam o material para ferros velhos, e irão responder por roubo e furto de patrimônio.

Nota do Grande Recife

O Grande Recife informa que encerrou o contrato com a empresa BBC, responsável pela segurança patrimonial das Estações de BRT, por entender que o modelo então vigente não vinha sendo eficaz. Desde então, a Polícia Militar tem intensificado as rondas no entorno dos dois corredores. O consórcio ainda esclarece que algumas estações de BRT têm sido alvo de atos de vandalismo e de furtos, o que motivou a criação de um grupo de trabalho envolvendo a SDS, através das polícias Civil e Militar, com o objetivo de dar mais tranquilidade aos usuários e funcionários dos terminais.

Vandalismo

Só neste ano, de acordo com os dados do Grande Recife, o número de placas e pisos em BRT's degradados ultrapassou o número de cento e cinquenta.

Prejuízo

Desde a segunda quinzena de agosto, o consórcio do Grande Recife de Transportes cortou a vigilância patrimonial que cuidada dos equipamentos do BRT e o índice de roubos e furtos aumentou. Só no período entre 10 e 26 de setembro, o custo decorrente aos furtos passou de R$ 60 mil.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.