MOBILIDADE

Projeto Trânsito Calmo é aplicado no Largo da Paz

Adotado pela CTTU em outras vias do Recife, o projeto Trânsito Calmo busca tornar as vias mais seguras para pedestres

Projeto Trânsito Calmo é aplicado no Largo da Paz

Mudanças começaram nesta sexta-feira (8) - Foto: Reprodução/ Google Street View

A Prefeitura do Recife, por meio da Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) implantou nesta sexta-feira (8) uma nova área do projeto Trânsito Calmo. O local beneficiado é o Largo da Paz, no bairro de Afogados. Esta etapa deve impactar na vida de 15 mil pessoas que vivem no entorno.

A presidente da CTTU, Taciana Ferreira, explica o que é o projeto Trânsito Calmo e os objetivos da ação. “O Trânsito Calmo é onde o protagonismo é do pedestre. É um conceito que algumas cidades estão adotando com o objetivo de redução de acidentes de trânsito e tornar as áreas mais seguras”, disse.

Taciana Ferreira comentou que o projeto Trânsito Calmo é uma iniciativa que passou por diversos estudos antes de ser implantado. A presidente da CTTU finaliza explicando as medidas usadas no Largo da Paz e como elas impactam na vida das pessoas que circulam diariamente pelo local. “No Largo da Paz nós estabelecemos um novo desenho urbano para interseção que existe da Rua da Paz com a Estrada dos Remédios. Nós vimos que ali passam mais de 15 mil pessoas por dia. Nosso objetivo foi olhar para aquela interseção, ampliar o espaço para o pedestre”, detalhou.

Nos próximos dias, artistas educadores da CTTU vão estar no local para orientar os condutores e os pedestres sobre as mudanças.

Ao todo, foram implantadas 25 placas de trânsito e cinco faixas de pedestres foram requalificadas.

Segurança em outras vias 

No Recife, o projeto Trânsito Calmo já foi utilizado nas Avenidas Cruz Cabugá e Mário Melo, Rua da Aurora, Rua Doutor João Santos Filho, Rua Capitão Lima e também em vias no bairro da Ilha do Leite,

A CTTU também informa que outros locais estão sendo estudados para a aplicação do projeto trânsito calmo.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.