PRISãO

Suspeito de matar fotógrafa Leandra Jennyfer na Madalena é preso e levado para o Cotel

A morte da jovem de 21 anos causou grande comoção

Suspeito de matar fotógrafa Leandra Jennyfer na Madalena é preso e levado para o Cotel

A arma usada no crime está passando por perícia - Foto: Reprodução/TV Jornal

O empresário suspeito de matar a fotógrafa Leandra Jennyfer teve prisão preventiva decretada pela Polícia Civil, nesta terça-feira (18), e passou por exames no Instituto Médico Legal (IML), no bairro de Santo Amaro, na área central do Recife. O crime aconteceu no último dia 09 de fevereiro. O suspeito já havia se apresentado na Delegacia do Cordeiro, mas tinha sido liberado. De acordo com a polícia, ele já foi encaminhado para o Cotel. 

Relembre o caso

A fotógrafa Leandra Jennyfer da Silva, de 21 anos, teria sido assassinada pelo companheiro, no bairro da Madalena, na Zona Norte do Recife, após voltar de uma prévia carnavalesca. As investigações do caso estão com o delegado João Gustavo Godoy. Durante o velório do jovem, o empresário enviou uma mensagem para o celular do sogro.

Nota da Polícia Civil

A Polícia Civil de Pernambuco, por meio da Delegacia de Polícia da 6a Circunscrição - Cordeiro, nesta terça-feira (18), deu cumprimento ao mandado de prisão preventiva por feminicídio do companheiro, de 32 anos, de Leandra Jennyfer da Silva. O homem foi preso no bairro da Madalena, no Recife. A vítima foi morta no último dia 09 de fevereiro. O inquérito presidido pelo delegado titular do Cordeiro, João Gustavo Godoy, havia sido remetido ao Ministério Público de Pernambuco na semana passada. O preso seguiu para o COTEL - Abreu e Lima.

 #UmaPorUma

 A violência contra a mulher é constante e frequentemente acaba em tragédia. Existe uma história para contar por trás de cada feminicídio, em Pernambuco. O especial Uma por uma contou todas. Em 2018, o projeto mapeou onde as mataram, as motivações do crime, acompanharam a investigação e cobraram a punição dos culpados. Um banco de dados virtual, com os perfis de vítimas e agressores, além dos trágicos relatos que extrapolam a fotografia da cena do crime. Confira o especial Uma por Uma, sobre feminicídio.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.