ANáLISE

Coronavírus: secretário de saúde pede para evitar hospitais de referência em Pernambuco e explica o motivo

A epidemia chegou ao Brasil e casos suspeitos cresceram

Coronavírus: secretário de saúde pede para evitar hospitais de referência em Pernambuco e explica o motivo

A Secretária Estadual de Saúde (SES) divulgou as suspeitas em coletiva de impresa - Foto: Mônica Ermírio/TV Jornal

Diante do aumento do números de casos suspeitos de coronavírus, a Secretária de Saúde de Pernambuco (SES-PE) convocou uma coletiva de imprensa, na noite desta quarta-feira (26), para repassar informações e esclarecer a situação das pessoas internadas. De acordo com André Longo, secretário estadual de Saúde, as pessoas inicialmente devem evitar os hospitais de referências ao sentir os sintomas (febre, tosse seca, dor de garganta e coriza).

>>>Ministério da Saúde confirma primeiro caso de coronavírus no Brasil<<<

>>>Número de casos suspeitos de coronavírus cresce em Pernambuco<<<

''Os hospitais de referências devem ser deixados para casos suspeitos após a primeira avaliação nas Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Temos estrutura que devem ser procuradas. As pessoas que tenham plano de saúde podem procurar as unidades privadas. A gente fez uma articulação com os sindicatos dos hospitais e clínicas privadas e tem condição de atender os suspeitos'', informou o secretário.

Plano contra a epidemia

O secretário afirmou que existe um plano para conter a expansão do coronavírus em Pernambuco e que serve para detectar os casos suspeitos, mas não entrou em detalhes. ''Pernambuco vem se preparando desde o último mês (janeiro). Tem um plano de contingência que já enviamos para o Ministério da Saúde. Estávamos prontos para a detecção precoce de casos suspeitos para atuar e minimizar a expansão do vírus'', disse.

>>>Veja as dicas da OMS para se proteger do novo coronavírus<<<

>>>Coronavírus: Secretário de Saúde do Recife dá dicas sobre prevenção<<<

Coronavírus no Brasil

O Ministério da Saúde confirmou que um homem de 61 anos, morador da cidade de São Paulo, apresentou os sinais e sintomas compatíveis com a doença. Além disso, informou qual o prazo para conseguir os resultados dos exames dos pacientes com suspeitas de coronavírus em Pernambuco.

''Nós estamos observando a ampliação do número de casos suspeitos no Brasil. Aqui em Pernambuco nós tínhamos um caso suspeito e hoje (quarta-feira) notificamos mais dois ao Ministério da Saúde. O ministério atualiza os dados uma vez por dia. Já foram colhidos os exames (dos casos suspeitos em Pernambuco) e a gente tem uma expectativa que até sexta-feira possamos ter o resultado para fazer o descarte ou a confirmação'', completou.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.