EXPECTATIVA

Presidente do Conselho Regional de Educação Física deseja reabertura das academias nos próximos dias

Enquanto o retorno não acontece, as academias de ginástica se preparam para seguir as medidas contra o novo coronavírus

Presidente do Conselho Regional de Educação Física deseja reabertura das academias nos próximos dias

Donos de academias vivem expectativa para reabertura dos locais - Foto: Cirio Gomes/TV Jornal

Com informações de Dyandhra Monteiro

É grande a expectativa dos donos de academias de ginástica em Pernambuco para o retorno das atividades, e já estão se preparando para seguir várias medidas de segurança contra o novo coronavírus. Em entrevista ao Por Dentro com Cardinot, nesta quinta-feira (25), o presidente do Conselho Regional de Educação Física (CREF12/PE), Lúcio Beltrão, afirmou que deseja a abertura das academias nos próximos dias.

‘’Hoje, a gente tem duas pandemias graves, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS): a inatividade física e a covid-19. O exercício físico combate as duas pandemias. Estamos com esperança que esta semana tenha o anúncio de que possivelmente coloquem a gente (academias) para reabrir em final de junho e início de julho’’, afirmou.  

Em uma academia, no bairro do Espinheiro, na Zona Norte do Recife, por exemplo, várias mudanças estão sendo feitas. Logo na entrada, os botões e sensores de digital das catracas foram desativados. Os equipamentos também ganharam um espaço maior entre eles e alguns não vão ser utilizados para garantir o distanciamento entre os alunos. Além disso, o chão foi remarcado e a quantidade de pessoas dentro da unidade também vai passar a ser controlada.

Três meses sem aulas

De acordo com a apuração do Por Dentro com Cardinot, o Estado de Pernambuco possui, no momento, cerca de 1300 academias, que estão fechadas há mais de 3 meses. O presidente do Conselho Regional de Educação Física destaca que vem dialogando com o governo.

‘’Desde o início dessa pandemia a gente defendeu o isolamento social e apresentamos protocolos e dissemos que deveria ser o primeiro setor a reabrir, porque a gente trabalha com a saúde da população e prevenção de doença. a gente coloca como sugestão, e o governo vai decidir em decreto, colocar um tapete na entrada para que a pessoa limpe o calçado antes de entrar, álcool 70% em vários espaços e uso de máscaras’’, completou Lúcio Beltrão. 

Plano de Convivência 

O retorno das academias está incluído no ‘Nível 2’ do Plano de Convivência do Governo de Pernambuco. Nesse caso, fica permitida a capacidade máxima nos escritórios e serviço público. As academias operam em 50%, e teatros, cinemas e museus começa a abrir com 1/3 da capacidade. 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.