RECEITA FEDERAL

Restituição: Receita paga 3º lote do Imposto de Renda nesta sexta (31)

A Receita Federal do Brasil abriu, na última sexta-feira (24), a consulta ao terceiro lote de restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2020

Restituição: Receita paga 3º lote do Imposto de Renda nesta sexta (31)

O crédito bancário para 3.985.007 contribuintes será realizado nesta sexta-feira, dia 31, totalizando R$ 5,7 bilhões - Foto: Marcello Casal Jr./ABr

A Receita Federal do Brasil paga, nesta sexta-feira (31), o terceiro lote de restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2020. 

A consulta ao 3º lote de restituição do Imposto de Renda foi liberada na última sexta-feira (24).

>> Imposto de Renda: Receita paga 3º lote de restituição nesta sexta (31)

>> Imposto de Renda: Receita Federal libera hoje consulta ao 3º lote

>> Receita Federal: saiba como consultar o 3º lote do Imposto de Renda 2020

>> Economia na pandemia: Veja pagamentos e impostos adiados ou suspensos

 

Crédito

O crédito bancário para 3.985.007 contribuintes será totaliza R$ 5,7 bilhões. Desse total, R$ 2.056.423.308,19 são para contribuintes que têm prioridade legal de recebimento:

  • 88.420 contribuintes idosos acima de 80 anos
  • 646.111 contribuintes entre 60 e 79 anos
  • 47.170 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou doença grave
  • 346.793 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Foram contemplados ainda 2.856.513 contribuintes não prioritários que entregaram a declaração até o dia 28 de março.

>> Veja como doar parte do imposto de renda a projetos sociais

>> Quem ainda não entregou Imposto de Renda vai pagar multa

>> Envio de declarações do Imposto de Renda fica abaixo da expectativa

>> Imposto de Renda: Pouco mais de 1 milhão caíram na malha fina

 

Como consultar

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita Federal do Brasil na internet. Na consulta à página da Receita Federal, no Portal e-CAC, é possível acessar o serviço Meu Imposto de Renda e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nessa hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

A Receita Federal disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smartphones que facilita consulta às declarações do IRPF e situação cadastral no CPF. Com ele é possível consultar diretamente nas bases da Receita Federal do Brasil informações sobre liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.

>> Imposto de Renda: é melhor fazer declaração completa ou simplificada?

>> Ainda não enviou declaração do Imposto de Renda? Tire suas dúvidas

>> Advogado explica o que não pode faltar na declaração do Imposto de Renda

 

Prazo

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá fazer requerimento por meio da internet, mediante o Formulário Eletrônico - Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no Portal e-CAC, no serviço Meu Imposto de Renda.

>> Saque imediato do FGTS deve ser declarado no Imposto de Renda? Entenda

>> Declaração do Imposto de Renda de anos anteriores pode ser enviada à Receita Federal

>> Veja como fazer declaração do Imposto de Renda para casais

 

Mais informações

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em nome do contribuinte, em qualquer banco.

>> Advogado orienta quem ainda não fez a declaração do Imposto de Renda

>> Esquema de fraude na restituição do Imposto de Renda é investigado

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.