PESQUISA

Nos últimos oito meses, cesta básica sobe mais de 11% no Recife

Em agosto, a cesta básica teve aumento em 13 das 17 capitais pesquisadas


Nos últimos oito meses, cesta básica  sobe mais de 11% no Recife

Recife teve uma das taxas mais altas do país - Foto: Reprodução/TV Jornal

Com o isolamento social, utilizado para conter o avanço do novo coronavírus, as pessoas passaram a comer mais em casa. Por consequência, o preço dos alimentos aumentou. A premissa é confirmada na pesquisa divulgada pelo Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), nessa sexta-feira (4). Em agosto, houve um aumento dos alimentos básicos em 13 das 17 capitais pesquisadas. Recife reflete o resultado nacional. No mês de agosto, a capital pernambucana teve alta de 0,7% e no acumulado de janeiro a agosto de 2020, 11,53%. 

Apesar do resultado acima da média brasileira, o Dieese em Pernambuco explica que é preciso levar em conta que a metodologia da pesquisa foi modificada por causa da pandemia. Atualmente, São Paulo foi a única capital em que se manteve a coleta de dados presencialmente, mesmo com um número menor de pesquisadores.

O departamento também ressaltou que as feiras livres ficaram de fora do levantamento, o que pode configurar uma diferença maior dos preços de frutas e verduras. 

Produtos em alta 

No mês de agosto, os produtos que apresentaram alta nos preços em quase todas as capitais foram: óleo de soja, leite integral, manteiga, arroz agulhinha, pão francês e carne bovina. 

No caso do óleo, segundo o Dieese, as demandas internas e externas tem elevado as cotações da soja e derivados. Já o leite e a manteiga, tiveram seus preços puxados pela necessidade de refazer estoques. A competição por matéria prima e a baixa disponibilidade do leito nos campos também culminaram na elevação de preço dos lácteos. 

Recife 

No Recife, a cesta básica calculada pelo Departamento custou R$ 439,19 em agosto. Os produtos que apresentaram alta em relação a julho foram: leite integral, farinha de mandioca, arroz agulhinha, óleo de soja, carne bovina, açúcar, pão francês, manteiga e banana. 

 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.