NATAL E ANO NOVO

Covid-19: Festas de Natal e Revéillon estão proibidas em todo o estado de Pernambuco

Como forma de contenção ao avanço do novo coronavírus, medida foi tomada pelo Governo do Estado durante a tarde desta segunda-feira (7).

Covid-19: Festas de Natal e Revéillon estão proibidas em todo o estado de Pernambuco

Coletiva online do Governo de Pernambuco nesta segunda-feira (7) - Foto: Reprodução/TV Jornal

Com aumento nos números da covid-19 no Estado, o governo de Pernambuco realizou um pronunciamento durante a tarde desta segunda-feira (7), determinando que as festas de Natal e Revéillon estão canceladas em todo o estado. A medida foi tomada como forma de contenção ao avanço do vírus e vale tanto para eventos gratuitos quanto para pagos, independentemente da quantidade de pessoas. 

>>>Pernambuco registra aumento de 27% em casos de covid-19 nos últimos 15 dias

>>>13 capitais do Brasil têm tendência de avanço da covid-19, alerta boletim da Fiocruz

Na ocasião, participaram o secretário de Saúde do Estado, André Longo, e o secretário de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach. A transmissão foi feita ao vivo, através do canal oficial do governo no YouTube. (Assista abaixo)

"O governo de Pernambuco está publicando amanhã um novo decreto válido para todo o território com proibição de shows, festas e similares, com ou sem cobrança de ingresso, independente do número de participantes, com exceção de casamentos, formaturas e eventos sociais similares, desde que cumpridos os protocolos. Além disso, com base no atual momento epidemiológico, estamos proibindo a realização de shows e festa de Natal e revéillon, incluindo os realizados em espaços públicos, condomínios, clubes, hotéis e estabelecimentos assim, com ou sem cobrança de ingresso. Este decreto entra em vigor amanhã. A fiscalização, a partir de agora, será ainda mais intensa", declarou o secretário de Saúde do Estado, André Longo. 

Alta nos indicadores

Na ocasião, o secretário abordou também a questão da alta nos números da covid-19. "Encerramos a semana epidemiológica 49, no último sábado, com alta nos indicadores de solicitações de UTI, de casos de síndrome respiratória aguda grave, além de aumento nas taxas de ocupação de leitos. Dessa forma, esta é a terceira semana de alta nos indicadores. Saímos de um quadro de oscilações para uma tendência de crescimento de casos", explicou André Longo. 

Abertura de leitos

O secretário de Saúde lembrou ainda que, diante do aumento das taxas de ocupação, o Governo do Estado vem trabalhando para abrir novos leitos. “Em menos de um mês, já reativamos 150 leitos – os últimos 20, inclusive, foram abertos nesta segunda-feira na Maternidade Brites de Albuquerque”, concluiu.

Números da covid em Pernambuco

Com a confirmação de 746 novos casos de covid-19, nesta sexta, Pernambuco mantém a tendência de alta no número de infecções da doença. Os dados apresentados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) apontam que 27 casos, o equivalente a 3,6% do total, são de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), enquanto os outros 719, 96,4% do todo, são de casos leves.

Este é o 10º dia consecutivo em que a média móvel de confirmações do Estado ultrapassa a linha de 15%. Nesta segunda, o aumento apresentado em comparação a quatorze dias atrás, tempo médio de incubação do vírus, foi de 73%. O número de novas notificações passaram de 428, no dia 23 de novembro, para 746. Com o novo balanço, Pernambuco totaliza 191.161 confirmações da doença, sendo 28.303 graves e 162.858 leves.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.