PANDEMIA

Paulo Câmara garante que não haverá lockdown em Pernambuco, afirma novo ministro do Turismo

Segundo o ministro, Câmara gravou um vídeo afirmando que não haverá um novo lockdown em razão da pandemia do novo coronavírus

Paulo Câmara garante que não haverá lockdown em Pernambuco, afirma novo ministro do Turismo

Segundo o ministro, Câmara gravou um vídeo afirmando que não haverá um novo lockdown em razão da pandemia do novo coronavírus - Foto: Bobby Fabisak/ JC Imagem

O novo ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, informou, nesta quinta-feira (17), durante cerimônia de posse no Palácio do Planalto, que o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, garantiu que não haverá lockdown no Estado.

>>Pernambuco registra 1.646 novos casos e 22 mortes pelo coronavírus

Segundo o ministro, Câmara gravou um vídeo afirmando que não haverá um novo lockdown em razão da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

>>Novo ministro do Turismo apela para que governantes não decretem lockdown

"Fiz um apelo ao governador de Pernambuco, Paulo Câmara, ele gravou um vídeo comigo dizendo que não vai haver lockdown em PE. O nosso trade não aguenta mais, o empresário que gera emprego e renda, hoje tem mais medo de um decreto que da própria doença", afirmou.

Coronavírus em Pernambuco

Nesta quinta-feira (17), a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou 1.646 casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 59 (3,5%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 1.587 (96,5%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 203.497 casos confirmados da doença, sendo 28.777 graves e 174.720 leves.

Também foram confirmados 22 óbitos, ocorridos entre os dias 23/10 e 16/12. Com isso, o Estado totaliza 9.361 mortes pela Covid-19.

Apelo

Durante o discurso, o novo ministro também fez um apelo para que governadores e prefeitos não decretem lockdown (fechamento total) das atividades, em razão da pandemia de covid-19.

Posse

O presidente Jair Bolsonaro deu posse a Machado para o lugar de Marcelo Álvaro Antônio, que foi exonerado do cargo no último dia 10 de dezembro. Antônio vai reassumir o mandato de deputado federal, no Congresso Nacional, do qual se licenciou para assumir a pasta do Turismo, em 2019.

Agradecimento

Bolsonaro agradeceu o empenho do ex-ministro e disse que ele “marcou a história do turismo brasileiro”. “Ele deu tudo de si, passou um momento difícil no corrente ano com a pandemia, onde o primeiro setor atingido foi do turismo. Os fluxos internacionais praticamente deixaram de existir e os fluxos internos também foram reduzidos bastante. E o reflexo estava na rede hoteleira”, destacou o presidente.

Já Gilson Machado deixa o comando da Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur), cujo cargo de diretor-presidente passa a ser ocupado por Carlos Alberto Gomes de

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.