PANDEMIA

Covid-19: Saiba quais praias da Paraíba estarão fechadas nos próximos 15 dias

O período de fechamento pode ou não ser prorrogado

Covid-19: Saiba quais praias da Paraíba estarão fechadas nos próximos 15 dias

O período de fechamento pode ou não ser prorrogado - Foto: DIVULGAÇÃO

Com informações do JC Online

Devido ao avanço do novo coronavírus (covid-19) no Estado, o governador da Paraíba, João Azevedo, anunciou novas medidas para combater à proliferação do vírus. Já a partir desta terça-feira (23) e pelos próximos 15 dias, moradores de João Pessoa vão precisar respeitar protocolos de segurança mais severos. A orla estará fechada e um toque de recolher passa a vigorar sempre a partir das 22h. Alunos da rede pública estadual também vão precisar estudar de casa. 

Por conta das novas restrições, dez praias localizadas em João Pessoa não poderão receber banhistas nas próximas duas semanas. Veja lista abaixo:

  • Praia do Bessa
  • Praia de Manaíra
  • Praia de Tambaú
  • Praia do Cabo Branco
  • Praia da Penha
  • Praia do Seixas
  • Praia de Jacarapé
  • Praia do Arraial
  • Praia do Sol
  • Praia de Barra de Gramame

O período de fechamento das praias pode ou não ser prorrogado.

Outras praias

O anúncio foi realizado pelo Governo do Estado na segunda (22) e não inclui as praias localizadas em outros municípios do Estado como as de Coqueirinho, Carapibus, Jacumã e Tambaba, no Conde. Deste modo, o que se sabe, até o momento, é que elas poderão funcionar normalmente, não fazendo parte da restrição.

Taxa de ocupação

As determinações do Governo Estadual e da Prefeitura de João Pessoa se devem à alta nos casos de covid-19 no Estado. De acordo com o portal Terra, a taxa de ocupação de leitos na capital chegou a 84%, e 138 municípios estão na fase laranja. 

O governador da Paraíba, João Azevedo (Cidadania), disse que o quadro é “muito preocupante”. Com a nova determinação, os moradores de João Pessoa não devem sair de casa depois das 22h. O prefeito da cidade, Cícero Lucena (Progressistas), disse que haverá reforço na fiscalização. 

Bares, restaurantes, aulas e igrejas

Bares e restaurantes vão precisar atender em horário reduzido e igrejas não poderão ter celebrações presenciais. As aulas da rede estadual, que voltariam com 30% dos alunos a partir de 1º de março, seguem suspensas. 

Nova cepa do vírus

O governador João Azevedo disse estar preocupado com as novas cepas do vírus. "Os números têm se apresentado de forma muito preocupante nesses últimos dias. Sabemos que isso está sendo provocado pelo cansaço da população em manter as regras de distanciamento, uso de máscaras e de higienização. Além disso, essa nova cepa que está chegando e tem uma transmissibilidade mais alta e que afeta também os mais jovens. A semana passada deixou um legado muito ruim. Temos que enfrentar com muita determinação”, disse.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.