BENEFíCIO

Calendário do Bolsa Família de março: veja se recebe nesta semana e se será com 13º salário

Confira se vai receber o Bolsa Família com 13º salário, neste mês

Calendário do Bolsa Família de março: veja se recebe nesta semana e se será com 13º salário

Em março, mais beneficiários começaram também a receber o Bolsa Família via Caixa Tem - Foto: JC Imagem

O calendário de pagamentos do Bolsa Família de março de 2021, com 13º salário para alguns, começou na última quinta-feira (18), e retorna nesta segunda-feira (22).

pagamento do Bolsa Família, com décimo terceiro salário do Governo de Pernambuco, também continua.O pagamento do 13º salário do Bolsa Família está dividido segundo o mês de aniversário

Os pagamentos do 13º salário do Bolsa Família seguem até abril, junto com o crédito normal do benefício. [confira o calendário abaixo]

Além disso, em março, novos beneficiários do Bolsa Família começaram a receber via Caixa Tem, a poupança social da Caixa Econômica Federal. 

>> Calendário: usado no pagamento do auxílio emergencial e Bolsa Família, veja se pode atualizar cadastro no Caixa Tem, nesta segunda (22)

 

Calendário do Bolsa Família

Nesta segunda-feira (22), recebem o Bolsa Família os beneficiários com Número de Identificação Social (NIS) finalizado em 3

Calendário do Bolsa Família em março

  • 18/03 - NIS final 1
  • 19/03 - NIS final 2
  • 22/03 - NIS final 3
  • 23/02 - NIS final 4
  • 24/03 - NIS final 5
  • 25/03 - NIS final 6
  • 26/03 - NIS final 7
  • 29/03 - NIS final 8
  • 30/03 - NIS final 9
  • 31/03 - NIS final 0

 

13º salário do Bolsa Família

Além do pagamento normal e, possivelmente, do auxílio emergencial, os beneficiários  do Bolsa Família também recebem o 13º salário, pago pelo Governo do Estado. [Confira aqui o calendário completo do 13º salário do Bolsa Família]

Em março, recebem 13º salário do Bolsa Família os nascidos de maio a agosto.

 

>> Quem tem direito ao auxílio emergencial 2021? Confira quem vai e quem não vai receber este ano

>> Calendário do auxílio emergencial 2021: veja quando deve começar pagamento e possíveis datas para beneficiários do Bolsa Família 

>> Novo auxílio emergencial: quais são as regras para obter o benefício?

>> Auxílio emergencial 2021: provável data para consulta do benefício é divulgada

 

Auxílio emergencial

Havia uma possibilidade de que o auxílio emergencial 2021 começasse a ser pago junto com o calendário do Bolsa Família, ainda neste mês.

O governo já tinha a pronto um calendário inicial de pagamentos do auxílio emergencial. Com a aprovação pelo Congresso da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 186/2019, a PEC Emergencial, na quinta (11) - que abre espaço para o auxílio emergencial, nas contas públicas - o auxílio emergencial devia começar a ser pago nesta semana, segundo adiantou com exclusividade o SBT News.

calendário inicial do auxílio emergencial 2021 tem como base a programação de 2020. Como o público do Bolsa Família tem uma base cadastral mais estruturada, devia ser o primeiro a receber o auxílio emergencial em 2021, segundo o SBT News. 

Bolsa Família começa a ser depositado nesta quinta, dia 18 de março, que também era quando deveria ter início o pagamento do auxílio emergencial 2021 para esse público, segundo previsão adiantada pelo SBT News e confirmada pelo presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL).

No entanto, o ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou, na última sexta-feira (12), um atraso nos pagamentos do auxílio emergencial, em 2021, então, provavelmente, não haverá auxílio emergencial neste mês de março, pelo menos, para os beneficiários do Bolsa Família.

Com a promulgação da PEC Emergencial, na segunda-feira (15), o auxílio emergencial 2021 está um passo mais próximo de ter os pagamentos iniciados, provavelmente em abril. Com o atraso, o pagamento do auxílio emergencial 2021 deve começar por outro grupo de beneficiários.

 

>> Caixa Econômica Federal: veja como serão divididos os calendários do auxílio emergencial 2021

>> Calendário do Bolsa Família de março: veja quando recebe e se será com 13º salário

>> Auxílio emergencial 2021 poderá ser movimentado via Pix ou transferências?

>> Auxílio emergencial em 2021: valores de R$ 175, R$ 250 e R$ 375 podem aumentar?

>> Auxílio emergencial 2021: mães chefes de família vão receber valor em dobro de novo?

 

Pagamento via Caixa Tem

A Caixa Econômica Federal iniciou, em dezembro, o pagamento aos beneficiários do Programa Bolsa Família, com os serviços da Conta Poupança Social Digital (Caixa Tem).

Assim, beneficiários sem conta bancária podem receber o benefício por meio de crédito na conta digital, sacar com o cartão Bolsa Família e movimentar os valores pelo aplicativo Caixa Tem. 

A abertura das contas digitais (Caixa Tem) para crédito do Bolsa Família foi de forma escalonada e terminou na última sexta (19), quando começaram a receber via Caixa Tem os últimos beneficiários do Bolsa Família que faltavam.

Mais informações

As informações sobre os benefícios das famílias podem ser acessadas nos aplicativos Bolsa Família e Caixa Tem. Também é importante ficar atento aos extratos bancários. Neles, muitas informações importantes podem ser acompanhadas, como bloqueios e cancelamentos.

Para outras informações, o cidadão também pode utilizar o Teleatendimento pelo número 121. No site da Caixa, é possível encontrar tutoriais de como receber e movimentar os benefícios no aplicativo Caixa Tem.

  

Ampliação de uso da Poupança Social

No dia 22 de outubro, o presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou a Lei nº 14.075/2020, que permitiu à União, Estados e Municípios realizar pagamentos de diversos benefícios sociais e previdenciários em Conta Poupança Social Digital.

Antes da sanção da Lei, a conta era utilizada exclusivamente para os pagamentos dos Auxílio Emergencial, Auxílio Emergencial Extensão, Saque Emergencial FGTS e Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEm). 

 

Como movimentar a conta

A Conta Poupança Social Digital é uma poupança simplificada, sem tarifas de manutenção, com limite mensal de movimentação de R$ 5 mil. Para utilizá-la, não é preciso gerar nova senha. O beneficiário poderá usar a mesma senha do cartão social.

Logo após o crédito dos valores, é possível realizar compras em supermercados, padarias, farmácias e outros estabelecimentos com o cartão de débito virtual e QR Code, por meio de mais de nove milhões de maquininhas de cartão espalhadas por todo o Brasil.

O beneficiário também poderá realizar o pagamento de contas de água, luz, telefone, gás e boletos em geral pelo próprio aplicativo ou nas casas lotéricas através da opção “Pagar na Lotérica” do Caixa Tem, além de poder realizar saques da conta com o cartão do Programa Bolsa Família ou Cartão Cidadão.

 

Cartão de débito virtual

Para utilizar o cartão, o beneficiário precisa gerá-lo, entrando no aplicativo e acessando o ícone Cartão de Débito Virtual. Feito isso, o usuário deverá digitar a senha do Caixa Tem.

Em seguida, aparecerão os seguintes dados: nome do cidadão, número e validade do cartão, além do código de segurança. Ao lado do código, é preciso clicar em “gerar”. Pronto. O cartão está disponível.

O código de segurança vale para uma compra ou por alguns minutos. Para realizar uma nova compra é preciso gerar um novo código. Com o Cartão de Débito Virtual Caixa é possível fazer compras pela internet, aplicativos e sites de qualquer um dos estabelecimentos credenciados. 

Pagamento nas maquininhas

Além da possibilidade de uso do cartão de débito virtual, disponível para compras online, o Caixa Tem oferece a opção “Pague na maquininha”, forma de pagamento digital que pode ser utilizada nos estabelecimentos físicos habilitados.

É uma funcionalidade por leitura de QR Code gerado pelas maquininhas dos estabelecimentos e que pode ser facilmente escaneado pela maioria dos telefones celulares equipados com câmera.

Quando o cliente seleciona a opção “Pague na maquininha”, no aplicativo, automaticamente a câmera do celular é aberta. O usuário deve então apontar o telefone para leitura do QR Code gerado na maquininha do estabelecimento.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.