DATAPREV

Auxílio emergencial 2021: veja como consultar se vai receber e como contestar se não estiver na lista

O prazo dado pelo governo para recorrer da decisão em relação ao auxílio emergencial 2021 vai até 12 de abril

Auxílio emergencial 2021: veja como consultar se vai receber e como contestar se não estiver na lista

Só pode fazer a contestação o grupo que recebeu o benefício em dezembro de 2020 e não consta na lista de 2021 - Foto: Welington Lima/JC Imagem

O Ministério da Cidadania avisa que os trabalhadores podem contestar o auxílio emergencial 2021 negado e vão ter até 10 dias para fazer a reclamação - até 12 de abril, a contar da liberação da lista de aprovados para receber o auxílio emergencial este ano, na última sexta (2). 

Mas só pode fazer a contestação o grupo que recebeu o auxílio emergencial em dezembro de 2020 e não consta na lista dos pagamentos deste ano que começa em 6 de abril.

 

>> Auxílio emergencial 2021 começa na terça, 6 de abril: veja 15 perguntas e respostas sobre o benefício e tire dúvidas

>> Auxílio emergencial 2021, de R$ 150, R$ 250 e R$ 375, começa nesta semana; veja se recebe e qual valor

>> Auxílio emergencial 2021: veja como consultar se vai receber o benefício

>> Atualização do Caixa Tem é suspensa até maio; quem não fez deixa de receber auxílio emergencial?

 

Passo a passo da contestação

1 - Consultar o Portal da Dataprev, para saber se está na lista de beneficiários do auxílio emergencial 2021

2 - Preencher CPF, nome completo, nome da mãe e data de nascimento para saber se está ou não na lista

3 - Se não estiver na lista, clicar em "Contestar"

 

>> Confira o calendário do Bolsa Família de abril, com auxílio emergencial e 13º salário

>> Auxílio Emergencial 2021: confira todos os calendários das 4 parcelas divulgados pelo Ministério da Cidadania

>> Governo Federal: pagamento do auxílio emergencial 2021 é oficializado e começa em 6 de abril; saiba sobre calendários

>> Governo anuncia regras do auxílio emergencial 2021

>> Auxílio emergencial 2021: aumento de valor para R$ 600 é possível?

 

Pagamentos

Segundo calendário divulgado pela Caixa, os pagamentos do auxílio emergencial 2021 começam no dia 6 de abril para os trabalhadores que fazem parte do Cadastro Único e para os que se inscreveram por meio do site e do aplicativo Caixa Tem.

Os depósitos serão feitos na conta poupança digital da Caixa, acessada pelo aplicativo Caixa Tem. O beneficiário do auxílio emergencial terá direito, primeiramente, à movimentação digital e, posteriormente, aos saques.

Para os beneficiários do Bolsa Família, o calendário de pagamentos começa em 16 de abril.

 

>> Auxílio emergencial 2021: além do aumento do valor para R$ 600, confira outras mudanças que ainda podem acontecer

>> Auxílio emergencial 2021: veja como consultar e regularizar situação do CPF para garantir benefício

>> Quem não conseguiu auxílio emergencial em 2020 poderá receber em 2021?

>> Auxílio emergencial: Veja lista de aprovados e saiba se você vai receber novas parcelas do benefício neste ano

>> Auxílio emergencial 2021: precisa fazer cadastro de novo? E quem não é cadastrado?

 

Critérios

Ao todo, serão pagas quatro parcelas do auxílio emergencial, com três valores diferentes. Chefes mães de família terão direito R$ 375 e pessoas que moram sozinhas receberão R$ 150. Famílias com duas ou mais pessoas, exceto aquelas com mães chefes de família: R$ 250.

 

Quem tem direito

Têm direito ao auxílio emergencial 2021:

  • Famílias com renda per capita de até meio salário mínimo (R$ 550) e renda mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.300);
  • público do Bolsa Família poderá escolher o valor mais vantajoso entre os benefícios e receber somente um deles; trabalhadores informais;
  • desempregados e microempreendedor Individual (MEI).

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.