economia

Petrobras reduz preço da gasolina nas refinarias, mas desconto chega aos postos? Confira

Apesar do preço da gasolina ter caído nas refinarias (2%), o movimento nos postos é de alta no valor do combustível

Marcello Casal jr/Agência Brasil
FOTO: Marcello Casal jr/Agência Brasil
Leitura:

A Petrobras aplicou, desde o 11 de junho, uma redução de 2% no preço do combustível, que passou a custar R$ 2,53 por litro na venda das refinarias para as distribuidoras. A queda do preço, no entanto, não deve ter efeito nos postos de combustíveis. De apuração de Edilson Vieira, do Jornal do Commercio, a Agência Nacional do Petróleo (ANP) registrou que o preço médio da gasolina no Recife na última semana foi de R$ 5,598, e o preço máximo de R$ 5, 897.

Em entrevista ao Jornal do Commercio, o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo de Pernambuco (Sindicombustíveis-PE), Alfredo Pinheiro Ramos, explica que o preço do combustível na refinaria é apenas um dos vários componentes que formam o preço final nos postos de combustíveis, pois os impostos, a demanda e até o fim da safra da cana influenciam no valor.

"Neste último movimento do mercado, o preço da gasolina na refinaria caiu 5 centavos por litro, mas a pauta fiscal do Estado, o valor cobrado de ICMS, subiu 4 centavos. Então a redução real foi de apenas 1 centavo sobre o preço base", afirmou, ao contextualizar também que o mercado de combustíveis ainda não voltou para os níveis de consumo de antes da pandemia da covid-19 no ano passado. Leia mais no JC Online.

Preço da gasolina

O aumento no preço dos combustíveis é uma notícia que mexe com o bolso e tem sido frequente. Está cada vez mais complicado para os motoristas abastecerem os veículos, devido ao preço da gasolina. Já foram 8 reajustes, em 2021. Só na primeira quinzena do mês de maio, por exemplo, o valor do combustível subiu 0,91%, em relação ao mês de abril. Em Pernambuco, a média que está sendo cobrada é de R$ 5,45 por litro.

Mais Lidas