declaração

"Eu vou morrer, mas vou levar vocês", teria dito Lázaro Barbosa à polícia antes de morrer

O criminoso Lázaro Barbosa, conhecido como 'serial killer de Brasília', foi morto após troca de tiros com os policiais

TV Jornal
TV Jornal
Publicado em 28/06/2021 às 15:50 | Atualizado em 13/05/2022 às 13:59
Reprodução/ Internet
FOTO: Reprodução/ Internet
Leitura:

Com informações do Metrópoles.

Os policiais do Grupo Tático Ambiental contaram ao Metrópoles que Lázaro Barbosa, 32 anos, teria trocado tiros com a polícia após ser localizado por um helicóptero da operação na região de Águas Lindas de Goiás.

Eles participaram das buscas ao criminoso, durante os 20 dias, até a morte do 'serial killer de Brasília' nesta segunda-feira (28).

“Eu vou morrer, mas vou levar vocês”, teria dito Lázaro, antes do tiroteio que aconteceu depois de Lázaro Barbosa ser encontrado, mas ele não se rendeu e abriu fogo contra a guarnição, que revidou, informou os policiais, de acordo com o Metrópoles.

Ele foi flagrado por câmeras de segurança andando por uma rua perto da casa da ex-sogra.

Tiros de pistola e fuzil

De acordo com o perito Nelson Massini, professor titular de Medicina Legal da UERJ, o 'serial killer de Brasília' levou mais de 20 disparos de pistola e fuzil, sendo todos efetuados a distância.

Ele analisou as fotos do corpo do criminoso a pedido do EXTRA. Na cabeça, segundo o perito, foram três tiros de fuzil.

> Morte de Lázaro Barbosa: 'CPF cancelado', diz Bolsonaro nas redes sociais

> Polícia adia depoimento da ex-companheira de Lázaro Barbosa após a mulher passar mal

''Acho que tem as duas armas. No peito, dá impressão de pistola. Mas, na cabeça, pelo estrago, foi o que chamamos de projétil de alta energia'', explicou Nelson Massini ao EXTRA.

Arrastado e arremessado em veículo

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra a captura de Lázaro Barbosa. Nas imagens, policiais retiram o suspeito de dentro de um veículo e o arrastam, com a parte do rosto coberta, até um carro de Bombeiros, para que ele seja levado a um hospital em Goiás.

Lázaro não resistiu aos ferimentos, oriundos de confrontos com os policiais, e morreu.

> Vídeo: Lázaro Barbosa é colocado em ambulância e policiais comemoram captura; assista

A morte de Lázaro Barbosa foi confirmada pelo Governo de Goiás. De acordo com informações repassadas pela reportagem do SBT, o 'serial killer de Brasília' não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.

A Secretaria de Saúde Pública do Estado de Goiás confirmou a morte do suspeito de cometer uma chacina em Ceilândia, no Distrito Federal.

Mais Lidas