programa social

Como vai ser o Auxílio Brasil? Governo Federal cancela cerimônia de anúncio do benefício; entenda o que houve

O Auxílio Brasil deve substituir o Bolsa Família, como novo programa social, com valor de R$ 400 no ano de 2022

Robert Sarmento
Robert Sarmento
Publicado em 19/10/2021 às 19:31
Marcelo Camargo / Agência Brasil
FOTO: Marcelo Camargo / Agência Brasil
Leitura:

O Ministério da Economia havia marcado o anúncio do Auxílio Brasil, que vai substituir o Bolsa Família, para às 17h desta terça-feira (19). No entanto, o evento foi cancelado pelo Governo Federal e ainda não há uma nova data definida. O relator da Medida Provisória criticou o Governo Federal e falou sobre os valores do Auxílio Brasil.

> Auxílio Brasil: Por que anúncio foi cancelado? Como vai funcionar? Quem tem direito? Relator explica

''Estava tudo organizado e veio a notícia de que o governo tomou a decisão de pagar no mínimo R$ 400 para cada beneficiário. Eu não sou contra à esse valor, mas a favor, e podendo até aumentar para R$ 500 o valor mínimo. A grande discussão é que ninguém pode receber menos do que R$ 400 e esse valor vai gerar um ônus de 85 bilhões. A primeira posposta do governo seria de 35 bilhões, o mesmo valor do Bolsa Família, para o programa permanente e outros R$ 50 bilhões para dois programas transitórios'', explicou o deputado Marcelo Aro.

Como vai ser o Auxílio Brasil?

O objetivo do governo sobre o Auxílio Brasil é proporcionar um benefício próximo dos R$ 400 para as famílias. Todos os pagamentos extras ocorrerão até dezembro de 2022. Nesse novo arranjo, os beneficiários que hoje estão no auxílio emergencial, mas ficam de fora do Auxílio Brasil, deixarão de receber os repasses do governo.

> Qual vai ser o novo valor do Auxílio Brasil? Programa deve substituir auxílio emergencial e Bolsa Família

A previsão é o que o novo valor do Auxílio Brasil seja anunciado ainda em 2021. O ministro da Economia, Paulo Guedes, defendeu um aumento “necessário” no programa Bolsa Família, de assistência a famílias de baixa renda, mas acrescentou que o reajuste dever ser “modesto e moderado”, na faixa dos R$ 300, e não acima de R$ 600 ou R$ 700, “como querem fazer”.

> Auxílio Brasil: veja detalhes do programa que deve substituir auxílio emergencial e Bolsa Família

O anúncio sobre como vai ser o Auxílio Brasil foi feito no dia 15 de setembro, durante um seminário online promovido pelo Movimento Pessoas à Frente, grupo que defende a melhoria na gestão de pessoas do poder público e reúne pesquisadores, acadêmicos, executivos e profissionais da iniciativa privada. Atualmente, o valor máximo do Bolsa Família encontra-se em torno de R$ 190.

Mais Lidas