Benefício

Como fica o valor do Auxílio Brasil, após adiamento do anúncio? O que vai mudar no programa? Confira as respostas

O anúncio do Auxílio Brasil foi adiado e deve haver mudança no valor e condições do programa que deve substituir o Bolsa Família e o Auxílio Emergencial

Karina Costa Albuquerque
Karina Costa Albuquerque
Publicado em 20/10/2021 às 9:19 | Atualizado em 02/04/2022 às 19:24
Adriano Machado/Bloomberg
FOTO: Adriano Machado/Bloomberg
Leitura:

O anúncio do Auxílio Brasil, programa social que vai substituir o Bolsa Família e o Auxílio Emergencial, foi cancelado, nessa terça-feira (19).

O Governo Federal ainda não divulgou um nova data, mas até então, estavam sendo sondados valores em torno de R$ 300 e até R$ 400.

Novo valor do Auxílio Brasil

Após o adiamento do lançamento do Auxílio Brasil, os ministros João Roma (Cidadania) e Ciro Nogueira (Casa Civil) afirmaram que o governo ainda não definiu o novo valor para o benefício.

Os ministros se reuniram com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), na tarde dessa terça-feira, para tentar viabilizar uma maneira de bancar o Auxílio Brasil.

"Estamos chegando aos detalhes finais de uma proposição que viabilize o pagamento do novo auxílio, e para isso nós viemos visitar o presidente da Câmara para tratar de detalhes, inclusive o texto dos precatórios", disse João Roma.

Questionado se o governo havia desistido de lançar o Auxílio Brasil com parcela de R$ 400, o ministro da cidadania respondeu: "Não é nada de desistir, não temos ainda os detalhes, os números ainda não estão validados. Pensávamos em anunciar, mas não validou ainda".

A ala política do governo Bolsonaro quer o benefício acima de R$ 300, valor defendido pelo Ministério da Economia. A pasta tenta, por meio de projetos no Congresso Nacional, abrir espaço fiscal para não extrapolar o teto de gastos.

Mais Lidas