DENúNCIA

Profissionais de saúde se sentem abandonados pelo poder público no combate ao coronavírus

A equipe da TV Jornal registrou imagens de profissionais de saúde que esperavam pelo atendimento

Profissionais de saúde se sentem abandonados pelo poder público no combate ao coronavírus

Policlínica Waldemar de Oliveira, localizada no bairro de Santo Amaro, no Recife - Foto: Reprodução/TV Jornal

Alguns profissionais de saúde que estão trabalhando na linha de frente, no combate ao novo coronavírus, denunciaram que se sentem abandonados pelo poder público. Em um vídeo enviado para a produção da TV Jornal, uma técnica de enfermagem comentou que chegou às 7h na Policlínica Waldemar de Oliveira, no bairro de Santo Amaro, no Recife, e esperou quase oito horas para a chegada de uma ambulância.

Suporte

A profissional de saúde ainda comenta que ela e os colegas precisam de um suporte maior e de um apoio que realmente faça diferença. Além disso, a equipe da TV Jornal também registrou imagens de vários pacientes, todos profissionais da saúde, que esperavam pelo atendimento. 

 

>>Covid-19: enfermeiro fala dos maiores medos dos profissionais de saúde

>>Coronavírus: Pernambuco bate recorde diário com 28 mortes e 200 novos casos

Nota da Secretaria de Saúde do Recife

sobre a demora do Samu a secretaria de saúde do Recife esclarece que o serviço segue um protocolo de classificação de risco e prioriza os casos mais graves. Sobre as demais denuncias ainda não recebemos resposta.

Sindicato também fez denúncias

O Sindicato de Médicos de Pernambuco também fez denúncias, a principal delas é a falta de testes para os profissionais da saúde que trabalham na linha de frente no combate ao covid-19. Segundo o sindicato hoje no estado tem cerca de 1.120 profissionais afastados com suspeitas do coronavírus, desses somente 670 tiveram acesso a testes e 377 tiveram o resultado positivo.

Nota da SES

A Secretaria Estadual de Saúde informa que reafirma seu compromisso com a testagem em tempo oportuno dos profissionais de saúde, considerado grupo prioritário para a gestão. Além disso, também foram abertas três seleções simplificadas para reforçar os quadros dos hospitais estaduais.

Covid-19 em PE

Pernambuco confirmou 200 novos casos da Covid-19 nesta quarta-feira (15). Com a atualização no novo boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Pernambuco (SES-PE), o Estado totaliza 1.484 casos confirmados de covid-19. Também foram confirmadas laboratorialmente 28 novas mortes, sendo 17 homens e 11 mulheres. 

Os óbitos ocorreram entre os dias 08/04 e 14/04. Os pacientes que foram a óbito tinham idades entre 18 e 94 anos. Com isso, o Estado totaliza 143 mortes pelo novo coronavírus.

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.
  • Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).
  • Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.