Olinda

Câmera de videomonitoramento registra infração cometida dentro de carro

Muitos não sabem que imagens de dentro do carro, registradas pelas câmeras de videomonitoramento, podem render multas

Giovanna Torreão
Giovanna Torreão
Publicado em 03/07/2019 às 17:15
Reprodução/TV Jornal
FOTO: Reprodução/TV Jornal
Leitura:

Uma polêmica envolvendo as câmeras de videomonitoramento está tomando conta de Olinda, no Grande Recife. O problema, de acordo com a população, é que a Prefeitura está filmando dentro dos veículos. A polêmica teve início com o compartilhamento nas redes sociais a imagem de uma família registrada pelas câmeras de videomonitoramento da cidade. No registro da câmera de monitoramento, é possível ver que dentro do veículo que está uma criança que não está na cadeirinha e nem usando cinto de segurança.

Os motoristas estão a cada dia mais se habituando com o videomonitoramento, mas muitos não sabiam que imagens de dentro do carro podem render punições. No caso do registro compartilhado, a falta da cadeirinha é considerada infração gravíssima, com muita de R$ 293 e perda de sete pontos na carteira.

A TV Jornal conversou com um especialista em legislação e direito de trânsito, que alertou para o uso dessas imagens. Confira:

Resposta

Em nota, a Secretaria de Transportes e Trânsito de Olinda informou que instalou câmeras nos principais corredores da cidade com o objetivo de estimular nos condutores uma conduta que respeite o Código de Trânsito e disse ainda que a prioridade da gestão municipal é preservar vidas.

+VÍDEOS