Música

PACTO COM O DIABO? Compositor revela significado da música 'Ilariê', de Xuxa; EXPLICAÇÃO SURPREENDE

O compositor da música de 1988, Cid Guerreiro, se converteu a igreja evangélica e revelou o significado de como o 'Ilariê'

Suzyanne Freitas
Suzyanne Freitas
Publicado em 20/06/2022 às 11:38
Notícia
Reprodução/YouTube
A canção é o maior hit da carreira da Rainha dos Baixinhos' - FOTO: Reprodução/YouTube
Leitura:

Quem nunca ouviu quando criança a música 'Ilariê', de Xuxa, sabe bem o gostinho da infância, né?!
A canção, que é o maior hit da carreira da Rainha dos Baixinhos', teria sido criada com uma espécie de 'pacto com o diabo' e que o refrão entoado por muitos afora não era tão inocente assim.

O compositor da música de 1988, Cid Guerreiro, se converteu a igreja evangélica e revelou o significado de como o 'Ilariê' surgiu e qual o verdadeiro significado da música.

 

HISTÓRIA DA MÚSICA

A história por trás de "Ilariê" não tem nada a ver com pacto ou qualquer coisa relacionada ao diabo. Cid explica que o rumor foi inventado por um pastor evangélico que tinha Xuxa como alvo.

"O boato surgiu dentro da igreja evangélica. Falavam que era um ex-bruxo que virou pastor e espalhava que 'Ilariê' tinha a ver com 'erê', as crianças do candomblé, que a Igreja considera como pequenos demônios", relembra o compositor.

"Inventaram que era uma palavra de um dialeto africano, sendo que fui eu que inventei. Esse cara dizia que eu fiz o pacto e entreguei a música para a Xuxa. Ela era o alvo", completou Cid.

O QUE SIGNIFICA ILARIÊ?

De acordo com Cid, a palavra Ilariê nada mais é do que uma de suas invenções a partir da palavra 'hilária', uma qualidade que ele via em Xuxa.

"A Xuxa é uma pessoa animada, feliz, alto astral, sempre para cima. Ela é hilária. Criei o refrão pensando nisso", relatou.

"Na música da Bahia, temos muito forte isso do refrão com 'iê iê', 'uô uô'. 'Ilariê' vem disso. Eu precisava de um refrão forte e, na época, tinha uma música de sucesso chamada 'Dança do Bambolê', fiz para rimar", explica.

O tal do "ê" do "Ilariê" acabou pegando tanto que se tornou até uma marca das composições seguintes de Cid. "Depois, fiz 'Tindolelê' e 'Pinel por Você'. Menos é mais: letra fácil, poucas notas. Qualquer um saberia tocar. O resto é história", diz.

Comentários

Mais Lidas