CEMITéRIO DE SANTO AMARO

Dom Fernando Saburido fala sobre Dia de Finados: 'sentimento salutar'

O arcebispo de Olinda e Recife celebrou missa no Cemitério de Santo Amaro, na manhã deste sábado (2)

Dom Fernando Saburido fala sobre Dia de Finados: 'sentimento salutar'

Dom Fernando celebrou missa campal - Foto: Juliana Oliveira/ TV Jornal

Dom Fernando Saburido, arcebispo de Olinda e Recife, celebrou missa no Cemitério de Santo Amaro, no bairro de mesmo nome, no Centro do Recife, na manhã deste sábado (2), Dia de Finados. Ele destacou que o dia de não simboliza sofrimento, mas saudade.

"Finados é um dia muito bonito. Desde a Idade Média, é uma tradição que vem crescendo a cada ano e as famílias vão visitar os túmulos para rezar pelos seus entes queridos. Então não é desespero, mas é saudade. É uma coisa bonita, é um sentimento salutar, porque nós acreditamos na ressurreição, acreditamos na vida. Os que morrem, morrem para o encontro com Deus. Se eles têm fé, vão agora viver aquilo que acreditaram. Mas, a gente vê aí que, por outro lado, a realidade do Brasil e do mundo, que ficam convivendo com tanto naturalismo, com tantos casos assim de violência, de morte. Esse assunto é tratado toda hora na imprensa", disse o bispo.

>> ''É um sentimento salutar'', diz dom Fernando Saburido sobre Dia de Finados

>> Confira aqui o que abre e fecha neste dia de Finados

Programação

À tarde, Dom Fernando estará no Cemitério Parque das Flores, no bairro de Tejipió, Zona Oeste. Ao longo do dia, cerca de 15 mil pessoas devem circular pelos cemitérios municipais do Recife. A estimativa da Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb) é que uma média de 50 mil pessoas tenham passado por algum dos cinco cemitérios da capital, ao longo desta semana. 

>> Veja a programação dos cemitérios do Recife neste Dia de Finados

>> Dia de Finados movimenta cemitérios do Recife; veja a programação

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.