DECISãO

Após protesto e reunião com o governo, policiais civis descartam greve no Carnaval

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol) afirmou que a categoria vai dar ''um voto de confiança ao governo''

Após protesto e reunião com o governo, policiais civis descartam greve no Carnaval

Representante do sindicato dos policiais civis tiveram uma reunião com o secretário executivo da Casa Civil - Foto: Filipe Jordão/JC Imagem

Após uma reunião com Eduardo Figueiredo, secretário executivo da Casa Civil, no Palácio do Campo das Princesas, os policias civis decidiram não optar pela greve durante o período de carnaval. Um grupo com cerca de 250 policiais chegaram a realizar um protesto, nesta terça-feira (18), no Centro do Recife, mas o trânsito já foi liberado.

''Agente não vai paralisar no carnaval, porque estamos respeitando a principal festa popular do pernambucano. Diante dessa sensibilidade no carnaval, a gente vai garantir a segurnaça. Queremos uma carnaval de paz para toda a sociedade pernambucana e os turistas'', disse Áureo Cisneiros, presidente do Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol).

Reivindicações

Os policiais civis estão reivindicando aumento salarial, pagamento de horas extras e a reestruturação das delegacias. Além disso, alegaram que a Polícia Civil não tem de dinheiro até para comprar tinta e papel para imprimir documentos e boletins de ocorrência.

''A nossa pauta de reivindicação já estava no governo desde o ano passado. O secretario colocou ela na mesa e disse que no dia 11 de março às 14h30 iria ter uma negociação referente a melhoria do plano de carga e carreira. A gente está dando esse voto de confiança para o governo'', afirmou, Áureo Cisneiros.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.