Coronavírus

Pernambuco inclui em decreto proibição de caminhada e corrida em ciclofaixas de praias e parques


Inicialmente, o decreto proibia apenas o comércio nas praias e parques, deixando uma brecha para quem quisesse praticar exercícios nesses locais

Giovanna Torreão Giovanna Torreão
Giovanna Torreão
Giovanna Torreão
Publicado em 03/06/2020 às 14:35
JC Imagem
FOTO: JC Imagem
Leitura:

Um decreto foi publicado pelo Governo de Pernambuco, no Diário Oficial desta quarta-feira (3), para incluir nas medidas temporárias de enfrentamento ao novo coronavírus (covid-19), a vedação à atividade de caminhada e de corrida nas ciclofaixas adjacentes aos calçadões de praias e parques. As medidas de segurança foram publicadas no último domingo (31) pelo governador Paulo Câmara, mas proibiam, apenas, o comércio nas áreas indicadas, deixando uma brecha para quem quisesse praticar exercícios nesses locais.

Quarentena

Além disso, o governo também fez uma alteração no artigo referente à quarentena. Inicialmente, o governo publicou que as pessoas que tenham ou tiverem contato com pessoas diagnosticadas com covid-19 deverão cumprir quarentena domiciliar de 14 dias, independentemente de aparecimento de sintomas. No entanto, o governo incluiu, nesta quarta, que os profissionais de saúde e de segurança pública não estão incluídos nesta medida.

Plano para reabertura das atividades em Pernambuco

Depois de quase três meses de suspensão das atividades econômicas por causa da pandemia do novo coronavírus, o Governo de Pernambuco deu detalhes sobre o plano de reabertura previsto para ser concluído em agosto.

O Estado estabeleceu cinco fases e 11 etapas do plano de reabertura e convivência da atividade econômica com a covid-19. Segundo o Governo do Estado, Pernambuco está no 4º nível no que diz respeito à retomada das atividades econômicas. O poder público não consegue ainda precisar o tempo que será necessário para sair do atual estágio até o nível 1, que seria um "novo normal", com 100% da cadeia produtiva operando sob a vigência de novos protocolos de higienização e distanciamento social.

Mais Lidas