AUTUAçãO

Atacadão e empresa de carro-forte assaltado são autuados pelo Procon por descumprirem lei; entenda

O Procon Pernambuco afirmou que houve descumprimento da Lei Estadual 16.153 por parte do Atacadão e da empresa de carro-forte

Atacadão e empresa de carro-forte assaltado são autuados pelo Procon por descumprirem lei; entenda

O carro-forte estava dentro do supermercado Atacadão, que fica no bairro da Iputinga, na Zona Norte do Recife - Foto: Marconi Meireles/Cortesia

O Atacadão e a empresa de valores Preserve foram autuados pelo Procon Pernambuco, após o assalto ao carro-forte que estava na área externa de um supermercado, no bairro da Iputinga, na Zona Oeste do Recife. O motivo, de acordo com o Procon, foi o descumprimento da Lei Estadual 16.153, que ''prevê que operações de abastecimento e recolhimento dos carros-fortes só poderão acontecer quando clientes e usuários não estiverem no recinto da operação''. O roubo aconteceu no fim da tarde e inicio da noite da quinta-feira (05).

O assalto

Os bandidos colocaram explosivos no carro-forte, que iria recolher o dinheiro do estabelecimento. Houve troca de tiros, dois carros foram incendiados. Pelo menos, cinco homens participaram da ação. Imagens mostram que o motorista reagiu, acelerando o veículo para tentar fugir dos criminosos, e colidiu com uma grade de proteção. Em seguida, houve troca de tiros entre os vigilantes do supermercado e os criminosos. Os funcionários e clientes do estabelecimento ficaram assustados.

Fugitivos

Os suspeitos fugiram sem levar o dinheiro do carro-forte. Na fuga, dois veículos foram carbonizados pela quadrilha para não deixar vestígios. Um deles, dentro do próprio supermercado, e o outro, em uma rua, a 2 km do local do crime.

Estado de saúde dos vigilantes

O vigilantes Ezequias Oliveira Silva, atingido por um tiro de raspão no braço, já recebeu alta. Os outros continuam internados. Cristiano Sales, que foi atingido no rosto, e Marcos André da Silva, atingido por um dos disparos na perna, estão em observação no Hospital Getúlio Vargas.

Nota do Grupo Carrefour na íntegra

No final da tarde de 5 de novembro, um carro forte foi assaltado enquanto fazia recolha de dinheiro na unidade do Atacadão, localizada no bairro de Iputinga, em Recife. No momento do incidente, houve troca de tiros e dois vigilantes ficaram feridos, sendo socorridos no local e encaminhados para hospitais próximos. Nenhum cliente ou funcionário ficou ferido. A polícia foi acionada imediatamente, porém os assaltantes acabaram fugindo, sem levar o dinheiro. O Atacadão está colaborando com a polícia para conduzir as investigações sobre o caso.

Pronunciamento do Procon na íntegra

O Procon Pernambuco autuou, na tarde desta sexta-feira (06.11), o supermercado Atacadão e a empresa de valores Preserve, por descumprirem a Lei Estadual 16.153, que prevê que operações de abastecimento e recolhimento dos carros-fortes só poderão acontecer quando clientes e usuários não estiverem no recinto da operação, devendo haver isolamento físico da área, a fim de garantir a incolumidade física dos vigilantes.O supermercado Atacadão, na BR-101, no bairro da Iputinga, foi alvo ontem (05.11) de uma ação criminosa, onde três vigilantes ficaram feridos na troca de tiros.

Tudo aconteceu por volta das 18h30, horário que o supermercado está aberto para clientes.“O fato que ocorreu ontem também estava em desacordo com o Código Estadual de Defesa do Consumidor. O artigo 5º deixa claro que o direito do consumidor à vida, à saúde, à segurança”, explica o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico.Na próxima semana será lavrado o auto de infração com o valor da multa para cada empresa.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.