NOVO CORONAVíUS

Governadores pedem ajuda internacional para combater a covid-19 no Brasil

O Fórum de Governadores do Brasil expôs cenário da pandemia da covid-19 para organizações internacionais

Governadores pedem ajuda internacional para combater a covid-19 no Brasil

Governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), em pronunciamento oficial - Foto: Reprodução/TV Jornal

Em reunião online, nesta sexta-feira (16), o Fórum de Governadores do Brasil solicitou aos representantes da Organização das Nações Unidas (ONU) e da Organização Mundial de Saúde (OMS) auxílio na viabilização de mais vacinas contra a covid-19, com o objetivo de acelerar o processo de imunização no Brasil e evitar a maior disseminação do novo coronavírus, além de assistência para a aquisição de insumos hospitalares.

“A aceleração da pandemia no Brasil tem chamado a atenção do mundo. Essa é uma preocupação que levamos à reunião com as entidades internacionais. Deixamos claro que precisamos da cooperação dessas organizações para garantir mais vacinas e frear a atual escalada de casos e óbitos, que colocou o Brasil como epicentro da crise mundial provocada pela Covid-19”, disse o governador de Pernambuco, Paulo Câmara.

Os governadores pediram esforços das entidades para mediação das negociações entre o Brasil e a China, ainda neste mês, visando antecipar a entrega dos insumos farmacêuticos necessários para a produção vacina contra a covid-19 de abril. Foi colocada a necessidade de 10 milhões de doses para a aplicação das segundas doses, e também solicitaram apoio para conseguir importar da AstraZeneca/Coréia, sendo cinco milhões de doses em abril e 3,1 milhões em maio.

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

> "Situação está longe do fim”, diz presidente da Anvisa sobre pandemia da covid-19

> Vacina da covid-19 x influenza: Qual tomar primeiro, intervalo entre doses e têm efeitos colaterais?

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.
  • Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).
  • Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.