COVID-19

Decreto que estabelece novas medidas no plano de convivência com a covid-19 em Pernambuco passa a valer nesta segunda (14)

Veja o que muda em regiões do Estado já nesta segunda-feira (14)


Decreto que estabelece novas medidas no plano de convivência com a covid-19 em Pernambuco passa a valer nesta segunda (14)

Movimentação do comércio na Rua da Palma, que fica no Centro do Recife - Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem

Após a coletiva onine para tratar sobre assuntos da covid-19 em Pernambuco na última quinta-feira (10), o Governo de Pernambuco anunciou flexibilizações, novos horários, mudanças e restrições na Região Metropolitana do Recife, Zona da Mata, Sertão e Agreste do Estado. Para algumas dessas regiões, as mudanças no plano de convivência com a covid-19 já valem a partir desta segunda-feira (14).

>>>Veja quais são as 65 cidades que terão atividades flexibilizadas a partir da segunda-feira (14)

>>>Agreste de Pernambuco: 65 cidades com atividades permitidas e limite de horário estabelecido a partir da segunda-feira (14)

>>>Fins de semana liberados no Grande Recife e Zonas da Mata de Pernambuco; saiba quando e o que abre

>>>Sertão de Pernambuco: medidas mais restritivas a partir do dia 14 de junho; saiba mais

"Diferente do que vimos na Região Metropolitana e na Zona da Mata, o Sertão vive uma terceira semana de ascensão, inclusive com patamares mais elevados atualmente, do que nas últimas semanas. As restrições que foram suspensas na Zona da Mata vão ser importadas agora para a Macro III", adiantou o secretário de Planejamento e Gestão, Alexandre Rebelo.

>>>Grande Recife, Agreste, Sertão e Zona da Mata: veja restrições, flexibilizações e novos horários em Pernambuco após novo decreto

Veja o que muda em cada macrorregião a partir desta segunda(14)

Agreste

As 65 cidades do Agreste do Estado, que estavam com restrições intensas, passam a ter atividades permitidas até um limite durante toda a semana. "Nas 65 cidades do Agreste, a partir da próxima segunda-feira (14), as atividades voltam a estar permitidas até o limite das 18h, inclusive finais de semana", explicou Longo, completando "Registramos melhoras no Agreste. Fruto dos mais de 20 dias de intensas restrições. As solicitações de UTI tiveram uma pequena queda, mas já nos primeiros quatro dias desta semana, quando comparados com os quatro primeiros da semana passada, há uma queda de 31% nos números de solicitações por UTI (...) Nesse momento, a oferta de vagas já supera o número por solicitações".

Sertão

De acordo com o secretário, o Sertão vive o pior momento da pandemia de covid-19. "Diante dos indicadores atuais, nós vamos ampliar as restrições na terceira Macrorregião de saúde. Por lá, de 14 a 20 de junho, apenas as atividades permitidas poderão funcionar. Os indicadores da terceira macrorregião caminham no sentido contrário, como se estivéssemos, nesse momento, passando o processo de aceleração para a região do Sertão. A região engloba as Geres de Arcoverde, Serra Talhada e Afogados da Ingazeira e vive seu pior momento em termos de solicitações de UTI com o crescimento adicional de 57% quando analisamos os primeiros quatro dias desta semana em relação aos quatro primeiros da semana passada", informou. 

Veja o que muda na RMR e Zona da Mata a partir do próximo sábado (19)

Região Metropolitana do Recife e Zona da Mata

As mudanças no Grande Recife e na Zona da Mata acontecem a partir do dia 19 de junho. "Na Região Metropolitana e na Zona da Mata, a partir do final de semana de 19 de junho, as atividades voltam a ser permitidas até o limite das 18h, nos fins de semana. Durante os dias de semana, as restrições permanecem as mesmas com as atividades se encerrando às 20h.", disse o secretário.

"Já há uma nítida desaceleração na primeira macrorregião, que registrou na semana passada uma redução de algo em torno de 10% de solicitações de leitos de UTI e já nessa semana, a gente analisando os primeiros quatro dias dessa semana, já tivemos uma redução de 17% quando comparamos os quatro primeiros dias dessa semana com os quatro mesmos primeiros dias da semana passada", finalizou.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.