Saúde

Mordido por tubarão em Fernando de Noronha, turista volta a Rondônia para realizar tratamento

Fonoaudiólogo atacado por tubarão na última quinta-feira (21) em Fernando de Noronha decidiu voltar à terra natal para dar início ao tratamento

Humberto Cassimiro
Humberto Cassimiro
Publicado em 22/04/2022 às 21:52 | Atualizado em 22/04/2022 às 21:53
Notícia
CORTESIA
SAÚDE Luiz Eduardo diz que corre risco de perder movimento de dedo - FOTO: CORTESIA
Leitura:

Mordido no pé por um tubarão no arquipélago de Fernando de Noronha na última quinta-feira (21), o fonoaudiólogo Luiz Eduardo Barbosa, de 34 anos, está a caminho de Porto Velho, em Rondônia, cidade em que vive.

A intenção é justamente dar início ao tratamento no pé, parte do corpo ferida no ataque. Anteriormente, Luiz Eduardo havia se programado para voltar apenas no domingo (24), mas antecipou a viagem para passar por consultar ortopédicas.

ATAQUE DE TUBARÃO EM FERNANDO DE NORONHA

O turista estava tomando banho de mar na Praia da Cacimba do Padre quando o tubarão o mordeu no pé. Luiz Eduardo Barbosa relatou a dor do momento: "Todo mundo da praia me viu vomitando e gritando de dor, e a extensão do meu machucado é muito grande".

Ele foi socorrido e levado para o Hospital São Lucas, único de Fernando de Noronha, por volta das 15h. Luiz Eduardo estava consciente e foi atendido pela equipe de plantão.

Mesmo após o atendimento, ele diz que ainda corre "grave risco de não ter movimentação no dedo".

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) informou que foi oferecida ao paciente, durante o atendimento no arquipélago, a possibilidade de ser transferido para o Recife.

Ele, no entanto, preferiu continuar o atendimento no próprio estado de origem, Rondônia.

O fonoaudiólogo alega uma falta de assistência do governo e disse preferir voltar para Rondônia porque teria de arcar com os custos da viagem.

Comentários

Mais Lidas