FGTS

FGTS 2022: liberado saque extraordinário de até R$ 1.000; veja quem recebe hoje (11)

Um grupo de trabalhadores poderá sacar até R$ 1.000 do FGTS nesta quarta-feira (11); confira quem recebe

Maria Clara Batista
Maria Clara Batista
Publicado em 11/05/2022 às 7:06
Notícia
Marcello Casal JrAgência Brasil
FGTS 2022: liberado saque extraordinário de até R$ 1.000; veja quem recebe hoje (11) - FOTO: Marcello Casal JrAgência Brasil
Leitura:

A Caixa Econômica Federal libera nesta quarta-feira (11) o saque extraordinário FGTS 2022.  

Hoje, trabalhadores nascidos em abril poderão sacar até R$ 1.000 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço.

Saque FGTS 2022

Quem ainda não recebeu o dinheiro e não tem interesse em receber, pode fazer um pedido pelo aplicativo do FGTS ou em agências Caixa para não obter o valor.

>>> Clique aqui para saber mais sobre o saque FGTS exclusivo para mulheres e o FGTS digital

A solicitação pode ser realizada até o dia 10 de novembro de 2022.

Caso o trabalhador não informe nada, nem saque a quantia até o dia 15 de dezembro, o dinheiro retornará à conta de origem, com correção monetária.

Calendário para saque FGTS 2022

O saque do FGTS extraordinário é liberado nesta quarta-feira (11).

Veja as datas de pagamento:

Nascidos em: Recebem dia:
janeiro 20/04
fevereiro 30/04
março 04/05
abril 11/05
maio 14/05
junho 18/05
julho 21/05
agosto 25/05
setembro 28/05
outubro 01/06
novembro 08/06 
dezembro 15/06

Quem pode sacar o FGTS extraordinário hoje (11)?

Nesta quarta (11), podem sacar até R$ 1.000 do FGTS os trabalhadores nascidos no mês de abril.

O valor do saque extraordinário do FGTS é de até R$ 1 mil por trabalhador - considerando a soma dos saldos disponíveis de todas as suas contas do FGTS - segundo a Caixa Econômica Federal.

Quem tem direito ao saque são os brasileiros que trabalham formalmente, ou seja, com carteira assinada (CLT).

FGTS extraordinário 2022 consulta

Os trabalhadores podem consultar o saque do FGTS extraordinário pelo aplicativo do FGTS, disponível para Android e iOS, ou pelo site da Caixa.

Comentários

Mais Lidas