Frente fria

Frente fria já tem data para chegar em Pernambuco: confira quando e prepare o agasalho

Veja o que diz a Apac sobre a frente fria que deve atingir Pernambuco nos próximos dias

Maria Clara Batista
Maria Clara Batista
Publicado em 17/05/2022 às 8:04 | Atualizado em 17/05/2022 às 9:15
Notícia
Pixabay
Frente fria já tem data para chegar em Pernambuco: confira quando e prepare o agasalho - FOTO: Pixabay
Leitura:

Diversas áreas do Brasil devem enfrentar uma frente fria histórica nesta semana e Pernambuco não ficará de fora.

Segundo o Climatempo, para a região Serrana do Rio Grande do Sul, a previsão é de neve e "chuva congelada". As temperaturas negativas também devem atingir Santa Catarina e algumas áreas do Paraná.

Entenda como a frente fria atinge Pernambuco nesta semana.

Quando vai chegar a frente fria? 

Segundo a Agência Pernambucana de Águas e Clima - Apac, a massa de ar não chega a Pernambuco com características de massa de ar polar:

"A massa de ar polar que está causando um frio intenso na região Sul e Sudeste do Brasil, deve avançar pela região central do país, diminuindo as temperaturas na região Centro-Oeste e também no Sul da região Nordeste. Em Pernambuco, essa massa chega não com características de massa de ar polar. O frio que deve avançar nas bordas dessa massa é a causa da instabilidade na região e aumento da nebulosidade", afirma Aparecida Fernandes, Meteorologista da Apac.

Ainda de acordo com as previsões, são esperadas chuvas a partir da próxima sexta-feira (20) nas regiões do Sertão e Agreste.

É verdade que vai nevar no Recife?

Já no Recife e Região Metropolitana, as previsões indicam precipitação, nebulosidade e diminuição nas temperaturas a partir de domingo (22).

"A diminuição das temperaturas nas regiões do Sertão e Agreste deve ser em torno de 5º, ou seja, onde hoje está 31° é esperado que fique em torno de 26° ou 25°. Isso é um valor médio, em algumas áreas as temperaturas serão maiores e, em outras, menores", diz a meteorologista da Apac.

No Recife e Região Metropolitana e na Zona da Mata as temperaturas devem sofrer uma redução principalmente durante o dia.

Aparecida conta que a queda no termômetro é causada pela precipitação que deve ocorrer no período. 

"O aumento da nebulosidade diminui a radiação solar e a temperatura da superfície", explica.

A meteorologista alerta para que os cidadãos estejam atentos as previsões nesta semana, uma vez que a frente fria pode sofrer um avanço e chegar ao Estado antes do fim de semana.

 

Comentários

Mais Lidas