MORENO

Tia do maquiador decapitado acredita que sobrinho foi morto por ser homossexual

O maquiador foi encontrado morto e decapitado em Moreno

Tia do maquiador decapitado acredita que sobrinho foi morto por ser homossexual

Ela falou ainda que um dos homens suspeitos no crime é primo da vítima - Foto: Reprodução/TV Jornal

Chocados ainda pelo acontecimento do crime, a tia do maquiador encontrado decapitado em Moreno, contou nesta quarta-feira (22), que soube das prisões dos suspeitos por meio das redes sociais. Ela ainda relatou que acredita que o sobrinho não foi morto só por ser usuário de drogas, mas porque era homossexual.

"A gente quer saber porque foi realmente. Porque nesse país que vivemos, fazem tudo para não ter homossexual", disse a tia Inalva Alves.

>>Confusão em van acaba com prisão de suspeitos de morte de maquiador

>>Maquiador é encontrado morto e decapitado no Grande Recife

Prisão dos suspeitos

Em entrevista, ela falou ainda que um dos homens suspeitos do crime é primo da vítima. Os três criminosos foram presos em Jaboatão Velho e levados para o Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa.

Além dos três, a polícia também prendeu na última terça (21), uma mulher identificada por Barbara Mirelli Nunes Santos, de 22 anos, que era amiga do rapaz. Ela confessou que atraiu a vítima para o loca do crime, e disse que fez isso porque tinha uma dívida com traficantes.

Investigações

De acordo com o delegado, Cláudio Neto, que está investigando o caso, Henrique foi morto porque estaria repassando para os PMs informações sobre a atuação dos criminosos na área.

 

Relembre o crime

O crime aconteceu na madrugada dessa terça-feira (21), no bairro do Xingu, na cidade de Moreno. O cabeleireiro identificado por Henrique Antônio Alves de Deus foi assassinado com 59 facadas. A vítimas também teve a cabeça arrancada e exposta no meio da rua.

Notícias policiais da TV Jornal

Quer ficar acompanhando as notícias policiais da TV Jornal? Você pode ter acesso rápido a todas elas no nosso grupo, no Facebook. Acesse aqui o grupo Notícias Policiais TV Jornal.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.