Negligência Médica

Grávida de 8 meses morre em hospital do Agreste; bebê também faleceu


Familiares das vítimas registraram um boletim de ocorrência na Delegacia de Garanhuns e cobram agilidade nas investigações.

Suzyanne Freitas
Suzyanne Freitas
Publicado em 17/09/2021 às 18:00
Reprodução/TV Jornal
FOTO: Reprodução/TV Jornal
Leitura:

Uma jovem de 19 anos, grávida de 8 meses e o bebê que ela esperava, morreram na última quarta-feira (15), no Hospital Dom Moura em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco.

Maria Clarice estava se sentindo mal desde a última segunda (13) e teria ido três vezes ao hospital. Ao ser socorrida, de acordo com familiares, a jovem estava se queixando de dores, febre e náuseas, mas foi mandada para casa mesmo não se sentindo bem. Familiares das vítimas acreditam que houve negligência médica da parte das unidades.

"Ela disse que não aguentava mais e mandei minha mãe levar ela para o hospital. Ao chegar no Hospital Infantil, examinaram ela e disseram que o bebê estava tudo bem e foi mandada para casa. Mas, ao chegar no Hospital Dom Moura, ela já estava passando mal", disse uma parente que não quis se identificar.

Ainda de acordo com a família, a médica que atendeu Maria disse que ela estava com covid-19, mas o resultado do teste havia dado negativo.

Boletim de ocorrência

Familiares das vítimas registraram um boletim de ocorrência na Delegacia de Garanhuns e cobra agilidade nas investigações.

Nota do hospital

O Hospital Dom Moura informou que prestou a assistência necessária à gestante.

Mais Lidas