Pandemia

Projeto cria 14º salário emergencial para aposentados

Há cerca de 35 milhões de aposentados e pensionistas do INSS no Brasil, que podem se beneficiar do 14º salário

Agência Senado
Agência Senado
Publicado em 07/08/2020 às 12:15
Marcello Casal Jr./ABr
FOTO: Marcello Casal Jr./ABr
Leitura:

Em pronunciamento nessa quinta-feira (6), o senador Paulo Paim (PT-RS) pediu o apoio dos senadores à aprovação do PL 3.657/2020, projeto de lei de iniciativa popular, que permite a aposentados e pensionistas do INSS receber o 14º salário emergencial, em razão da pandemia da covid-19.

Segundo ele, o benefício, além de socorrer os idosos, que constituem grupo de risco, poderá funcionar como uma "injeção de recursos na economia", especialmente na dos municípios.

>> Projeto prevê 14º salário emergencial a aposentados e pensionistas

>> INSS: Prova de vida de aposentados e pensionistas é suspensa até setembro devido ao coronavírus

>> INSS facilita a tomada de crédito para aposentados e pensionistas durante a pandemia da covid-19

Aposentados e pensionistas

Paim disse que, atualmente, há cerca de 35 milhões de aposentados e pensionistas do INSS no Brasil, e que 80% dessas pessoas recebem um salário mínimo mensal.

Para o senador, a crise sanitária tem contribuído ainda mais para aumentar as dificuldades que já eram enfrentadas por esse grupo social, que perdeu a capacidade de renda e, com poucos recursos, não consegue manter suas necessidades básicas, como a compra de alimentos e remédios, além dos pagamentos de energia e gás.

'A recessão é enorme. Voltamos aos tempos da carestia. O custo de vida aumentou drasticamente e hoje as aposentadorias não dão conta", argumentou.

O senador também afirmou que a concessão do 14º salário "é uma questão humanitária", pois contribuirá para o amparo dessa categoria vulnerável da sociedade.

"Os aposentados e pensionistas sustentam toda uma rede familiar. Antes da pandemia, eram mais de 10 milhões de pessoas que já dependiam da renda dos idosos para sobreviver", acrescentou.

Mais Lidas