EDUCAçãO

Volta às aulas: Professores da rede pública fazem nova assembleia para definir se mantém ou não estado de greve

De acordo com a diretora educacional do Sintepe, a assembleia está marcada para a quarta-feira (30)

Volta às aulas: Professores da rede pública fazem nova assembleia para definir se mantém ou não estado de greve

As escolas precisam ter estrutura necessária para o retorno das aulas presenciais - Foto: Felipe Ribeiro/ JC Imagem

Com informações do Por Dentro com Cardinot

A negociação entre os professores da rede pública e Secretaria de Educação de Pernambuco terminou sem acordo e o estado de greve, por enquanto, segue mantido. Em entrevista ao Por Dentro com Cardinot, nesta terça-feira (29), a diretora educacional do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Pernambuco (Sintepe), Séphora Freitas, contou que uma nova assembleia já está marcada com os professores. 

>>Contrários ao retorno das aulas presenciais, professores da rede particular de Pernambuco podem decretar greve

>>Segunda negociação entre governo e professores estaduais, sobre volta às aulas, acaba sem acordo

‘’Já tem uma reunião agendada amanhã, uma nova assembleia virtual, que vai acontecer às 14h30, para a gente dialogar com a categoria e verificar quais os rumos deste estado de greve. Aguardamos até amanhã, se possível, continuar a conversar com o secretário de educação para avançarmos’’, afirmou.

Apesar de não chegar em um acordo na primeira reunião, Séphora Freitas, afirmou que o secretário de educação de Pernambuco, Fred Amância, vai conversar com o governador Paulo Câmara sobre a opinião da categoria em relação à retomada das aulas. 

>>Aulas presenciais: Representante dos professores da rede pública explica motivos para greve em Pernambuco 

‘’Fizemos uma reunião ontem com o secretário de educação e a equipe dele. Foram mais de quatro horas que a gente conversou. De manhã (nesta terça-feira), tivemos outra reunião e passamos mais de duas horas. Ainda não chegamos em um consenso, mas o secretário disse que vai falar com o governador e que poderia ainda chamar a gente para negociar’’, revelou.

Cronograma das aulas presenciais

O retorno das aulas presenciais para o ensino básico está marcado para o dia 06 de outubro, começando com os estudantes que estão no 3º ano do ensino médio. Em seguida, será a vez do 2º ano, no dia 12 de outubro, e 1º ano, no dia 20 de outubro. A retomada é opcional, ou seja, os pais decidem se vão deixar seus filhos, menores de idade, retornarem às aulas presenciais.

Diante da greve dos professores da rede pública, por serem contrário ao retorno das aulas presenciais no momento, ainda não se sabe se o cronograma revelado pela Secretária de Educação será cumprido e às aulas, de fato, irão retornar. De acordo com Séphora Freitas, o Sintepe espera ter novas reuniões com o Governo de Pernambuco para decidir a melhor maneira dos estudantes retornaram para a escola. 

‘’A comissão de negociação disse que está disponível para a gente continuar a conversa, sempre com cautela, pelos cuidados necessário para a volta às aulas. A gente (Sintepe) defende a educação pública de qualidade. Sabemos dos ricos para os estudantes fora das escolas, mas em primeiro lugar sempre foi a defesa da vida. A gente quer voltar, mas com absoluta segurança’’, completou Séphora. 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.