CALENDáRIO

Auxílio emergencial 2021 começa a ser pago em 5 de abril? O que falta?

Antes, expectativa do governo era começar novo auxílio emergencial ainda em março. Entenda como vai ser a ordem de pagamento do auxílio emergencial 2021

Auxílio emergencial 2021 começa a ser pago em 5 de abril? O que falta?

Calendário de novos pagamentos do auxílio emergencial depende apenas do aval de Jair Bolsonaro. - Foto: Welington Lima/JC Imagem

Com informações do SBT

O calendário para a nova fase de pagamento do auxílio emergencial, em 2021, está na mesa do presidente Jair Bolsonaro, segundo apurado pelo SBT News.

Já há uma previsão de data para o início dos pagamentos, para quem não faz parte do Bolsa Família. Os beneficiários do Bolsa Família já possuem todos os calendários de pagamento do auxílio emergencial 2021.

 

>> Calendário: usado no pagamento do auxílio emergencial e Bolsa Família, veja se pode atualizar cadastro no Caixa Tem, nesta terça (23)

>> Calendário do auxílio emergencial 2021: confira datas de pagamento para beneficiários do Bolsa Família em abril, maio, junho e julho

>> Auxílio emergencial 2021: precisa fazer cadastro de novo? E quem não é cadastrado?

>> Auxílio emergencial 2021: calendário deve ser divulgado nesta semana; confira previsão de início

>> Calendário do Bolsa Família de março: veja se recebe nesta semana e se será com 13º salário

 

Início dos pagamentos

A previsão é que os pagamentos do auxílio emergencial comecem em 5 de abril para os informais que não recebem o Bolsa Família. No entanto, o início dos pagamentos depende do presidente, e espera apenas o aval dele para ser divulgado.

A data representa um atraso em comparação à expectativa inicial do governo, que esperava iniciar os pagamentos em 18 de março.

 

>> Caixa Econômica Federal: veja como serão divididos os calendários do auxílio emergencial 2021

>> Auxílio emergencial 2021 poderá ser movimentado via Pix ou transferências?

>> Auxílio emergencial em 2021: valores de R$ 175, R$ 250 e R$ 375 podem aumentar?

>> Auxílio emergencial 2021: mães chefes de família vão receber valor em dobro de novo?

 

Ordem de pagamento

A ordem de pagamento vai depender se o beneficiário tem conta na Caixa Econômica ou no Banco do Brasil e se fez a atualização dos dados no aplicativo "Caixa Tem". A ideia é que, como no ano passado, aquelas pessoas que recebem o Bolsa Família sigam o calendário de pagamento do programa para receber o auxílio emergencial.

A ordem no Planalto é revisar os dados dos cadastros para evitar que quem não precisa do benefício receba a ajuda - como aconteceu com milhares de pessoas no ano passado. O presidente Bolsonaro quer garantir que a ajuda chegue primeiro aos informais atingidos de forma direta pelas restrições e os novos fechamentos decretados desde o início deste mês, para combater o avanço da covid-19, que teve seu mês mais letal em março.

O benefício será pago em 4 parcelas mensais, de abril a junho. O governo planeja compensar o fim dos pagamentos em agosto com uma ampliação do Bolsa Família.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.