PENSE NA BRONCA

Caso do mendigo de Planaltina: Entenda o que motivou mulher trair marido com morador de rua


A mulher alegou que viu no homem a imagem de "Deus"

Catêrine Costa
Catêrine Costa
Publicado em 16/03/2022 às 12:36
Notícia
Reprodução
Personal é suspeito de agredir morador de rua - FOTO: Reprodução
Leitura:

O caso da mulher que foi flagrada pelo marido pelo marido tendo relações sexuais com um morador de rua tem ganhado grande repercussão em todo país. O fato ocorreu no último dia 10 de março em Planaltina, área administrativa do Distrito Federal. 

Após o flagrante, o marido da mulher, agrediu o mendigo pois pensou que ele estaria abusando sexualmente da esposa.

Porém, a mulher afirmou que a relação teria ocorrido de forma consensual e em áudio do depoimento revelou detalhes de como tudo aconteceu. 

Nessa quinta-feira (17), o personal trainer que flagrou a esposa mantendo relações sexuais com o morador de rua revela futuro do casamento em entrevista exclusiva (clique aqui e confira todos os detalhes).

Recentemente, foi revelado o que a mulher disse momentos antes da traição. Clique aqui para conferir. O morador de rua também contou detalhes dos momentos antes de ser flagrado com mulher de personal trainer (clique aqui e confira o que ele disse).

Entenda o que motivou mulher trair marido com morador de rua

 

Em áudios do depoimento, a mulher relatou tudo que aconteceu antes do flagrante. Ela detalhou que horas antes do ocorrido encontrou o homem que teria proferido ofensas contra ela, na frente da sogra e da filha.

Em seguida, o morador de rua teria pedido um beijo e ela atendeu ao pedido. Nos áudios, a mulher chega a citar Tiago Brunet, pastor que é reconhecido por ser mentor dos famosos, informando que teria lido uma mensagem do evangélico em que ele diz que ela não deveria deixar os outros plantar dúvidas na cabeça dela.

“Aí apareceu uma mensagem do Tiago Brunet que falava que a minha sogra estava atrapalhando, porque minha sogra estava preocupada (…) Aí ele apareceu, um morador de rua, com uma bolsa clara. Eu encontrei ele na porta de um comércio, de uma conveniência e ele ia acender um cigarro. Aí eu tirei o cigarro da mão dele, falando que ele já estava curado. Levei ele para conversar em um banco”, revelou nos áudios.

Depois eles marcaram um encontro no qual tiveram relações. 

Imagem de Deus

No depoimento, a mulher também revelou que via o homem como seu esposo e às vezes como Deus. “Às vezes eu enxergava ele como Deus", relatou.

Após isso ela se dirigiu com o morador de rua para o carro onde tudo aconteceu.

Flagrante

O marido da mulher decidiu procurá-la porque ela não estava respondendo as mensagens e a encontrou com o morador de rua dentro de um carro tendo relações. Por pensar que o homem estava abusando sexualmente da esposa, o personal agrediu o rapaz que precisou ser levado para um hospital.

A mulher e o marido dela foram encaminhados para a delegacia. A advogada do casal disse ao portal UOL que o personal teria agido em legítima defesa.

"O casal está muito abalado com tudo o que aconteceu. Não só os dois, mas o restante da família", afirmou.

Comentários

Mais Lidas