CAMPEONATO PERNAMBUCANO

Sport quebra sequência negativa na temporada e vence o Central por 2x0

Equipe rubro-negra não vencia há oito partidas e voltou a triunfar graças aos gols de Thiago Neves e Toró


Sport quebra sequência negativa na temporada e vence o Central por 2x0

Sport vence o Central por 2x0, na Ilha do Retiro - Foto: Bobby Fabisak/ JC Imagem

Rádio Jornal

O Sport, enfim, quebrou a sequência negativa de oito partidas sem vitórias. O Leão bateu o Central, neste domingo (28), por 2x0, no estádio da Ilha do Retiro, pela 4ª rodada do Campeonato Pernambucano. Os gols da partida foram marcados por Thiago Neves e Toró. O goleiro Luan Polli ainda defendeu a cobrança de pênalti de Júnior Lemos. Com a vitória, o time rubro-negro subiu para a 2ª colocação, com sete pontos conquistados.

O Leão volta a campo na próxima quarta-feira (31), quando encara o Santa Cruz, às 21h30, no estádio do Arruda, pela 6ª rodada da Copa do Nordeste.

O JOGO

Pressionado pelos maus resultados nos últimos jogos (oito partidas sem vitórias), o Sport entrou em campo disposto a impor o seu ritmo para quebrar essa incômoda sequência negativa na temporada. Apesar da posse inicial do jogo, quem começou levando perigo foi o Central. Logo aos três, Erivan recebeu pela direita e cruzou na medida para Jean Moser cabecear na primeira trave e assustar o goleiro Carlos Eduardo, que ficou só torcendo e vendo a bola sair em linha de fundo.

O Leão demonstrava muito dificuldade na saída de bola, principalmente quando a Patativa avançou as suas linhas. Diante disso, coube aos rubro-negros apostarem nas bolas paradas. Aos 20, Thiago Neves foi fatal. Em cobrança de falta na entrada da área, o camisa 30 mandou a bola no ângulo, sem a mínima chance para Wallef: 1x0.

Apesar do gol, o Sport seguia encontrando dificuldade para penetrar da defesa centralina e só levava perigo nas bolas paradas. Desta vez, aos 29, Thiago Neves cobrou escanteio na cabeça de Adryelson, que subiu sozinho para testar, mas esbarrar no goleiro Wallef, que saltou para fazer a defesa segura.

O Central, por sua vez, conseguia trocar passes com mais facilidade, principalmente pelo lado direito do campo. Aos 34, Evandro individualizou pra cima de Sander e tentou o cruzamento rasteiro... A bola desviou no lateral rubro-negro e já ia entrando no cantinho, mas Carlos Eduardo estava esperto e conseguiu espalmar para escanteio.

Na reta final do primeiro tempo, um lance feio e bastante preocupante. Aos 49, Nininho cobra falta levantando bola na área, o goleiro Carlos Eduardo saiu na jogada para afastar a bola e acabou se chocando de cabeça com o zagueiro Lucão e ficou se debatendo no chão, tamanha a intensidade da pancada. O arqueiro leonino acabou deixando o gramado na ambulância e levado imediatamente a um hospital para passar por exames de imagens.

Nos acréscimos, o Central quase chega ao empate por duas vezes. Aos 57, Mateus Issa recebe bola na área e finaliza tirando do goleiro Luan Polli, mas Adryelson evitou o gol e afastou parcialmente. No rebote, Júnior Lemos dominou de fora da área e arriscou o arremate com muito perigo mandando a bola rente a trave.

O Sport voltou para a etapa complementar disposto a matar o jogo nos primeiros minutos. Aos cinco, Neilton recebeu do lado direito, no bico da grande área e acertou um lindo chute colocado, mas a bola passou próximo a trave, saindo em linha de fundo. No minuto seguinte, Patric disparou na ofensiva e cruzou rasteiro para Mikael chegar finalizando e acabar mandando a bola por cima da meta de Wallef.

A pressão leonina seguia. Aos oito, Neilton cruzou na medida mandando a bola na cabeça de Adryelson, que mesmo sozinho, cabeceou mandando a bola pra fora. Grande chance desperdiçada.

Mesmo com a pressão leonina, a melhor oportunidade foi do Central. Aos 24, o volante João Victor foi derrubado por Betinho na área: pênalti. Na cobrança, aos 26, Júnior Lemos parou em Luan Polli, que acertou o canto e espalmou para o lado salvando o Sport de sofrer o gol de empate.

Após o susto, o Sport conseguiu se recompor na partida e ainda encontrou mais um gol na reta final. Aos 39, Gustavo achou Toró livre na área, que dominou e acertou um forte chute para ampliar o marcador: 2x0.

Com o balde de água fria em cima do Central, o Leão conseguiu sustentar a vitória e quebrou a sequência negativa de oito jogos sem vencer.

Ficha do jogo

SPORT

Carlos Eduardo (Luan Polli); Patric, Maidana, Adryelson e Sander; Ronaldo, Betinho e Thiago Neves (Gustavo); Neilton (Toró), Maxwell (Dalberto) e Mikael (Tréllez). Técnico: Jair Ventura.

CENTRAL

Wallef; Nininho, Lucão, Allan Miguel e Mateus Isa; João Victor (Madson), Djair Veiga (Jonatan), Júnior Lemos e João Felipe (Dodô); Erivan (David) e Jean Moser. Técnico: Pedro Manta.

Local: estádio da Ilha do Retiro, no Recife (PE).
Árbitro: Tiago Nascimento dos Santos.
Assistentes: Marcelino Castro de Nazaré e Fernando Antonio da Silva Junio.
Gols: Thiago Neves, aos 21 do 1º tempo. Toró, aos 39, do 2º tempo.
Cartões amarelos: Betinho (SPO) e João Felipe (CEN).

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.